Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

J.K. Rowling já habituou os fãs da saga Harry Potter a várias revelações sobre o mundo da magia de Hogwarts. Através do Twitter, em que é uma utilizadora ativa, a escritora aproveita para responder às inúmeras dúvidas dos fãs. Seja sobre as personagens, sobre o que aconteceu ou não devia ter acontecido, a escritora procura satisfazer as principais curiosidades dos leitores, desafiando-os também ao revelar alguns dados surpreendentes.

A Time enumerou 10 revelações de Rowling sobre Harry Potter. Porque a escritora não se inibe de acrescentar pormenores ao mundo da bruxaria, numa das sagas com maior sucesso de sempre.

1. “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” vai continuar a história de Harry

Em junho, J.K. Rowling anunciou que a peça de teatro “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” vai ter o filho mais novo de Harry, Albus Severus, como protagonista. Os fãs ficaram entusiasmados com o novo trabalho de Rowling, que foi revelando alguns detalhes no Twitter. A escritora já veio confirmar que a peça de teatro não será uma prequela (baseada nos antecedentes), mas que se vai passar 19 anos depois da Batalha de Hogwarts, quando o filho mais novo de Harry entra na escola.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

2. Existe uma Hogwarts americana

J.K. Rowling está a escrever um roteiro para o cinema baseado no livro Fantastic Beasts and Where to Find Them e, mais uma vez, utilizou o Twitter para revelar alguns detalhes sobre a história. Confirmou que a personagem principal da história, o escritor Newt Scamander, poderá visitar uma escola de magia americana.

3. James Sirius Potter é estudante de Hogwarts (oficialmente)

No dia 1 de setembro J.K. Rowling utilizou o Twitter, através da hashtag #BacktoHogwarts, para relevar que aquele era o primeiro dia do filho mais velho de Harry Potter, James Sirus, na escola de magia e que foi colocado, sem surpresa, nos Gryffindor, tal como o pai. Por sua vez Teddy Lupin, filho de Tonks e Lupin, foi colocado nos Hufflepuff.

4. Estudar em Hogwarts (afinal) é de graça

Todos os fãs pensavam: entrar para Hogwarts é caro. Depois de um estudo que calculou que eram necessários mais de 43.000 mil dólares para ser possível formar-se na escola de magia e bruxaria, J.K. Rowling veio dizer que (afinal) estudar é Hogwarts é de graça e que os estudos mágicos são pagos pelo Ministério da Magia.

5. O nome de Voldemort é mal pronunciado

A escritora JK Rowling, anunciou a boa nova aos seus fãs no Twitter e disse ter a certeza que é a única que sempre pronunciou corretamente o nome do feiticeiro negro. Voldemort deve ser pronunciado com um “t” silencioso. Voldemort é uma palavra de origem francesa e a palavra “mort” pronunciada com um “t” silencioso, significa morte.

6. Rowling ficou triste com a morte de Fred Weasley

Talvez Rowling não tivesse acabado com a vida de Fred Weasley se escrevesse o livro Harry Potter e os Talismãs da Morte nos dias de hoje. Fred, um dos gémeos Weasley, não sobreviveu à batalha de Hogwarts. 

7. A teoria dos fãs que Rowling prefere

Os fãs da saga não se cansam de elaborar teorias sobre o enredo de Harry Potter. Mas a verdade é que Rowling, no meio de várias teorias, tem a sua preferida – a de que Dumbledore é a Morte no conto dos irmãos Peverell, três feiticeiros a quem foram dados poderes mágicos especiais como recompensa: a Varinha de Sabugueiro, a Pedra da Ressurreição e o Manto da Invisibilidade

8. Hagrid não conseguia produzir um Patronum

Também no Twitter a escritora decidiu revelar que Hagrid não conseguia realizar um dos feitiços mais difíceis, o chamado Expecto Patronum, capaz de afastar os Dementors, mas que é difícil de executar por serem necessárias várias memórias felizes para ele dar certo.

9. A nova era de vitórias dos Hufflepuff

Em setembro a escritora fez uma publicação no Twitter a anunciar que a a casa Hufflepuff foi a vencedora da Taça das Casas de Hogwarts, aproveitando para destacar alguns nomes de alunos ao longo dos anos, como Cedric Diggory, Ninfadora Tonks e Newt Scamander.

10. A origem da fortuna da família Potter

J.K. Rowling também alimenta o site Pottermore.com com várias revelações. Uma das últimas é sobre as origens da família de Potter. Segundo a escritora, o antepassado mais antigo de Harry é Linfred of Stinchcombe, conhecido pelo apelido “Potterer”, que mais tarde evoluiu para Potter. Esse antepassado produzia várias poções médicas, cuja venda deu origem a uma grande fortuna para a família.