A fotografia de Salah Abdeslam que circula nos meios de comunicação franceses foi reconhecida pelos donos de uma loja de pirotecnia em Val-d’Oise, que alegam que o terrorista terá comprado 10 detonadores. Abdeslam terá insistido muito para saber se estes dispositivos eram fiáveis.

A informação é avançada pelo jornal “Le Parisien” que diz que foram os donos da loja que alertaram as autoridades. Salah Abdeslam terá deixado a sua carta de condução com a loja para comprovar a sua identidade. A polícia já teria localizado o carro que serviu para levar os terroristas antes do ataque do Bataclan perto de Val-d’Oise, uns dias antes dos ataques.

Salah Abdeslam ainda não foi encontrado. O francês de 26 anos que vivia na Bélgica e viajava constantemente entre os dois países é atualmente o homem mais procurado da Europa.