O Supremo Tribunal da África do Sul decidiu alterar o veredicto em relação a Oscar Pistorius para homicídio.

As autoridades sul-africanas deixaram assim cair a anterior condenação de homicídio involuntário de Reeva Steenkamp. No passado mês de outubro o atleta de 29 anos foi libertado da prisão para ser colocado em prisão domiciliária, isto depois de no ano passado ter sido condenado a 5 anos de prisão por homicídio involuntário. Mas agora a sentença vai ser reavaliada com esta alteração.

Para este tipo de crimes, na África do Sul, a sentença mínima é de 15 anos de prisão.

Em 2013, Pistorius matou a namorada com quatro tiros quando esta se encontrava na casa de banho. Em tribunal o atleta paralímpico referiu que pensava que se tratava de um intruso dentro de casa.