Esta quantidade é inferior em 12,91% à do mesmo período do ano passado, que foi de 3.920.

Esta descida reduz a média de homicídios no Estado para 8,8 mortes por cada 100 mil habitantes, que é a menor alguma vez registada por um Estado brasileiro desde o início da série em 2001, segundo as estatísticas divulgadas pela Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Esta é a segunda vez na história de São Paulo que a taxa se situa abaixo das 9,0 mortes por 100 mil habitantes, uma vez que o índice dos dez primeiros meses do ano tinha sido de 8,4 mortes por 100 mil habitantes.