A ColorADD é a vencedora nacional do concurso de empreendedorismo “Chivas The Venture”. O fundador, Miguel Neiva, vai representar Portugal na fase internacional a 14 de julho, em Nova Iorque. Entre 12 e 20 de março, também participa num programa de aceleração de startups em Oxford, juntamente com os restantes finalistas de 28 países.

“O facto de termos vencido o Chivas The Venture é sinal de que mais pessoas partilham o nosso objetivo de tornar o mundo mais inclusivo para todos. Conquistar este prémio é sem dúvida o reconhecimento de quatro anos de trabalho que nos permitirão agora escalar o projeto para o mundo”, afirmou Miguel Neiva.

A ColorADD recebeu 3.000 euros por ter vencido a fase nacional do concurso e, caso seja a grande vencedora, pode receber até um milhão de dólares. Na fase final da competição portuguesa, estavam também a concurso as startups Noocity (que ficou em segundo lugar e recebeu 1.000 euros), MyFarm, a Gumelo e a Beesweet.

Miguel Neiva lançou o código de interpretação de cores para daltónicos em 2008, que é atualmente aplicado por várias empresas do setor têxtil, transportes e saúde, entre outras.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O “Chivas The Venture” chegou pela primeira vez a Portugal em 2015, para apoiar empreendedores sociais. Para Jean-François Collobert, diretor geral da Pernod Ricard Portugal, que detém a marca Chivas, a iniciativa consegue “comunicar em Portugal aquele é que o verdadeiro ADN da marca – o empreendedorismo, a partilha e a sustentabilidade”.

O concurso contou ainda com o apoio do IES – Social Business School, escola de negócios focada em Empreendedorismo e Inovação Social. Podem concorrer startups e empresas em fase de lançamento ou crescimento com fins lucrativos, com um modelo de negócio assente na criação de valor, tanto financeiro como social, que resolva ou diminua um problema social ou ambiental.