O ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Castro, disse na sexta-feira que o país está a perder a batalha contra o mosquito Aedes aegypti, que transmite o dengue, chikungunya e o vírus zika.

“Faz quase trinta anos que o mosquito transmite doenças à nossa população, e nós combatemo-lo desde então, mas estamos a perder a guerra contra o Aedes aegypti“, disse Marcelo Castro citado pelo portal G1, do grupo Globo.

“Estamos a enfrentar uma verdadeira epidemia, precisamos de um sociedade brasileira mobilizada para prevenir estas doenças”, acrescentou.

Em 2015, um total de 3.174 casos de microcefalia em latentes, uma má-formação da cabeça que altera o desenvolvimento intelectual, foram registados no Brasil e estão ligados ao vírus zika contraído pela mãe, segundo o Ministério da Saúde.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os Estados Unidos recomendaram na sexta-feira às mulheres grávidas para não viajarem para 22 países da América Latina e das Caraíbas.

Além do Brasil, o zika circula na Colômbia, El Salvador, Guiana Francesa, Guatemala, Haiti, Honduras, Martinica, México, Panamá, Paraguai, Suriname, Venezuela e Porto Rico.