Tudo indicava que 2016 era o ano de Irina Shayk. Só no primeiro mês do ano, a manequim russa tornou-se a nova musa da Givenchy e abriu as hostilidades da semana de moda de alta-costura de Paris no desfile da casa Versace. No entanto, segundo o The Sun, Shayk tem sorte ao jogo mas (muito) azar ao amor. A modelo estava numa relação com Bradley Cooper desde abril de 2015 mas o jornal britânico afirma que o casal terminou por causa da mãe do ator norte-americano.

Eles passaram o Natal juntos em Los Angeles mas as discussões começaram, sobretudo por causa da Irina e a mãe do Bradley não se darem muito bem”, explicou uma das fontes ao The Sun. “Isso causou fricção entre Bradley e Irina, uma vez que ele é muito próximo da mãe, e o facto dela e Irina não atinarem colocou pressão na relação deles.”

Depois do fim da relação de cinco anos de Irina com Cristiano Ronaldo — supostamente graças à má relação de Shayk com a mãe do jogador, Dolores Aveiro — parece que a modelo não tem mesmo sorte com as sogras. Quem não parece concordar com a fonte do The Sun é o E!Online que afirma que o casal ainda está junto e que Irina tem uma excelente relação com a mãe de Bradley. “Elas são extremamente chegadas e saem juntas quando ele não está.”

Por enquanto não houve qualquer confirmação ou desmentido do casal.

Texto editado por Ana Dias Ferreira.