A taxa de inflação homóloga da zona euro fixou-se em 0,3% em janeiro, uma subida dos preços face aos -0,6% do mesmo mês do ano passado e aos 0,2% de dezembro último, divulga o Eurostat.

Já no conjunto da União Europeia (UE), a taxa de inflação homóloga foi de 0,2% em janeiro, estável face a dezembro, mas acima dos -0,5% de janeiro de 2015.

Em janeiro, as mais altas taxas de inflação homólogas foram observadas na Bélgica (1,8%), na Áustria (1,4%) e na Suécia (1,3%), enquanto as mais baixas registaram-se na Polónia (-1,7%), na Roménia (-1,5%) e em Chipre (-1,1%).

A taxa de inflação homóloga aumentou em 14 Estados-membros, incluindo Portugal, onde foi de 0,7%, que compara com os -0,4% homólogos e os 0,3% de dezembro de 2015.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, o indicador recuou em 12 Estados-membros e estabilizou noutros dois.

A política monetária do Banco Central Europeu tem como objetivo manter a taxa de inflação num nível inferior mas próximo de 2%.