O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse este sábado que a atual fase da vida política nacional, marcada pela nova correlação de forças no parlamento, é uma oportunidade para Portugal retomar “com urgência” uma política que respeite e consagre a Constituição.

Perante a “grave situação” a que o país foi conduzido nos últimos anos, Portugal precisa, segundo Jerónimo de Sousa, “de concretizar, com urgência, uma política que retome, na sua plenitude, o projeto de sociedade e de organização” da vida coletiva dos portugueses que a Constituição consagra.

“Nesta nova fase da vida política nacional, marcada pelo afastamento do governo do PSD/CDS e pela nova correlação de forças na Assembleia da República, é um tempo de oportunidade que se impõe aproveitar para a construção desse projeto que a vida e a solução dos problemas nacionais reclamam”, sublinhou o líder comunista no seu discurso da sessão comemorativa do 40º aniversário da Constituição, que decorreu no Fórum Lisboa.