O Presidente da República ficou ladeado durante o almoço comemorativo dos 40 anos da aprovação da Constituição da República, pelo secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, e pelo antigo presidente do parlamento Mota Amaral. O encontro aconteceu neste sábado.

O atual líder comunista, Jerónimo de Sousa, e o fundador do PPD (Partido Popular Democrático) e antigo presidente do Governo Regional dos Açores Mota Amaral foram dois dos deputados constituintes que estiveram presentes no Palácio de Belém nesta iniciativa conjunta da Presidência da República e da Assembleia da República dedicada aos 40 anos da aprovação da Constituição.

Já o atual presidente do parlamento, o socialista Ferro Rodrigues, ficou entre a sua antecessora no cargo, a social-democrata Assunção Esteves, e o antigo presidente da Assembleia da República Oliveira Dias, fundador do CDS e que desempenhou estas funções entre 1981 e 1982.

Na mesa do almoço, a seguir a Mota Amaral, sentaram-se o histórico socialista Manuel Alegre e o constitucionalista Jorge Miranda, enquanto Helena Roseta (deputada constituinte pelo PPD) ficou ao lado de Jerónimo de Sousa.

Em frente a Marcelo Rebelo de Sousa, perto de Ferro Rodrigues, sentaram-se o primeiro líder do CDS, Freitas do Amaral, e o antigo dirigente comunista Carlos Brito.

De acordo com fonte do Palácio de Belém, a ementa do almoço incluiu um creme de couve flor, tranches de garoupa e, a finalizar, pudim de Estremoz. O vinho escolhido foi o Quinta de Covela, da região do Douro.

Além de Marcelo Rebelo de Sousa, ele próprio deputado da Assembleia da Constituinte, estiveram no almoço os constituintes António Reis (PS), Vital Moreira (em 1975 e 1976 na bancada do PCP), Jorge Miranda (PPD), Arons de Carvalho (fundador do PS), Basílio Horta (fundador do CDS), Afonso Dias (UDP), Maria José Sampaio (CDS), Pedro Roseta (PPD) e Amândio de Azevedo (fundador do PPD).

Antes do almoço, o chefe de Estado e o presidente da Assembleia da República tiraram uma fotografia de família com o grupo de deputados constituintes e com os antigos presidente do parlamento.