A requalificação do cineteatro João Ribeiro vai custar cerca de 250 mil euros e deverá arrancar ainda este inverno para ficar concluída até à primavera de 2017, disse hoje o presidente da Câmara de Vouzela, Rui Ladeira.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Vouzela explicou que o cineteatro João Ribeiro carecia de uma intervenção profunda, sobretudo ao nível da cobertura.

“Este é um espaço do início dos anos 1990, com uma arquitetura muito peculiar. Como não tem telhados tradicionais e como os invernos são rigorosos, isso faz com que, com o passar dos anos, haja alguma degradação e alguns sistemas de drenagem deixem de estar operacionais, mesmo com manutenção, o que provoca infiltrações, sobretudo pelas paredes”, alegou.

A par da intervenção ao nível da cobertura, será também “remodelado o sistema elétrico e todo o sistema interno de funcionamento”.

“A obra está orçada num valor superior a 250 mil euros, comparticipado a 60 por cento pela tutela. Recorremos a um empréstimo bancário, que nos permite os outros 100 mil euros. Por isso, temos um pacote financeiro estável para podermos realizar esta obra a curto prazo”, acrescentou.

A cerimónia de assinatura do contrato programa para as obras de reabilitação do cineteatro João Ribeiro está agendada para as 11:30 de sexta-feira, estando prevista a presença do secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

“Tive uma reunião, há alguns meses, com o senhor secretário de Estado, o doutor Carlos Miguel, que foi sensível a esta questão de auxiliar o município a dar prioridade e recursos financeiros para corresponder à necessidade de intervenção. Essa plataforma foi estabelecida e agora vai ser efetivada com um contrato-programa, que vai possibilitar que rapidamente possamos executar esta obra”, evidenciou.

De acordo com Rui Ladeira, a requalificação do cineteatro deverá avançar “ainda durante este inverno, podendo ser parcialmente executada neste período, dependendo da pluviosidade e do tempo que se registar”.

“Penso que até à próxima primavera, fevereiro ou março, teremos a obra concluída, com um dos espaços mais emblemáticos do concelho e um dos maiores da região em melhores condições”, admitiu.

Esta é uma infraestrutura com capacidade para realização de espetáculos com uma lotação de 200 lugares sentados, registando “afluência e utilização muito significativa ao longo de todo o ano”.

“Esta é uma das infraestruturas públicas que o Município de Vouzela gere e que mais nos preocupava”, concluiu.