Hipismo

Frankel, o cavalo que vale 167 milhões de euros (mais que qualquer futebolista)

141

Chama-se Frankel e detém o titulo de mais caro do mundo no desporto. E não, não é um jogador de futebol. Estamos a falar de um cavalo de corrida, que mesmo retirado das competições continua a render.

Frankel foi tão marcante que em 2015 foi erguida uma estátua em sua homenagem inaugurada pela própria Rainha de Inglaterra, Isabel II

Getty Images for Ascot Racecourse

Frankel, o cavalo, podia ser uma personagem heroica de um conto para crianças. Mas não, Frankel é bem real, tão real como as vitórias que acumulou ao longo da sua carreira. E tão valioso que seria preciso pagar 167 milhões para o ter, mesmo estando já fora das pistas.

É considerado pela maioria, no meio, como o melhor cavalo de corridas da história da modalidade. Retirado há quatro anos, entra para os anais da modalidade e do desporto em geral pelos seus feitos, mas não só. Os 167 milhões que vale são um recorde. Tão alta que supera transferências galácticas de jogadores futebol. O jornal El Español menciona nomes como os de Cristiano Ronaldo, Bale ou Pogba – cujas transferências estiveram próximas dos 100 milhões -, como ficando aquém do valor do mítico Frankel.

Frankel foi tão marcante que em 2015 foi-lhe erguida uma estátua em sua homenagem inaugurada pela própria Rainha de Inglaterra, Isabel II.

A linhagem e a vasta lista de pretendentes

O cavalo Frankel tem o instinto de campeão no sangue, pois vem de uma família de vencedores. O seu pai e o seu avô já tinham deixado uma importante marca nas pistas. Agora e estando já retirado das corridas, Frankel tornou-se semental (dador de sémen para reprodução e manter a linhagem).

Só em lista de espera, o cavalo tem cerca de 200 éguas para serem por si fecundadas. Sim leu bem, 200. Só no seu primeiro ano como semental, rendeu cerca de 16 milhões de euros aos seus proprietários.

Não admira que haja inúmeros empresários do ramo que queiram ter o sangue de Frankel a correr nas veias de um potro seu. E sendo que em 95% dos casos o êxito em formar um novo campeão das pistas é garantido, os seus herdeiros estão avaliados em milhões. Aliás, qualquer comprador tem de estar preparado para desembolsar mais de um milhão para ter um filho de Frankel.

Não só de vitórias se fez o caminho de um campeão

Nem sempre o percurso do emblemático cavalo foi um mar de rosas. Também existiram espinhos no seu caminho. Frankel perdeu um dos seus tratadores muito cedo, de leucemia. Aliás, o seu nome é uma homenagem a ele, Billy Frankel. Mas a história voltou a repetir-se. Frankel voltou a perder o seu novo tratador pelo mesmo motivo, o cancro, em 2013.

Atualmente Frankel vive no centro hípico de Banstead Manor, em Inglaterra, e é propriedade do príncipe árabe Khalid Abdullah.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Futebol

Sobre o futuro próximo de José Mourinho

António Bento

No frio e previsivelmente longo Inverno de 2018-2019 a pele de José Mourinho não é boa de se vestir, como se vê por uma parte significativa das suas declarações à imprensa desde que foi despedido.

IAVE

Errare humanum est… exceto para o IAVE!

Luís Filipe Santos

É grave tal atitude e incompreensível este silêncio do IAVE. Efetivamente, o que sempre se escreveu nos anos anteriores neste contexto foi o que consta na Informação-Prova de História A para 2018.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)