Frankel, o cavalo, podia ser uma personagem heroica de um conto para crianças. Mas não, Frankel é bem real, tão real como as vitórias que acumulou ao longo da sua carreira. E tão valioso que seria preciso pagar 167 milhões para o ter, mesmo estando já fora das pistas.

É considerado pela maioria, no meio, como o melhor cavalo de corridas da história da modalidade. Retirado há quatro anos, entra para os anais da modalidade e do desporto em geral pelos seus feitos, mas não só. Os 167 milhões que vale são um recorde. Tão alta que supera transferências galácticas de jogadores futebol. O jornal El Español menciona nomes como os de Cristiano Ronaldo, Bale ou Pogba – cujas transferências estiveram próximas dos 100 milhões -, como ficando aquém do valor do mítico Frankel.

Frankel foi tão marcante que em 2015 foi-lhe erguida uma estátua em sua homenagem inaugurada pela própria Rainha de Inglaterra, Isabel II.

A linhagem e a vasta lista de pretendentes

O cavalo Frankel tem o instinto de campeão no sangue, pois vem de uma família de vencedores. O seu pai e o seu avô já tinham deixado uma importante marca nas pistas. Agora e estando já retirado das corridas, Frankel tornou-se semental (dador de sémen para reprodução e manter a linhagem).

Só em lista de espera, o cavalo tem cerca de 200 éguas para serem por si fecundadas. Sim leu bem, 200. Só no seu primeiro ano como semental, rendeu cerca de 16 milhões de euros aos seus proprietários.

Não admira que haja inúmeros empresários do ramo que queiram ter o sangue de Frankel a correr nas veias de um potro seu. E sendo que em 95% dos casos o êxito em formar um novo campeão das pistas é garantido, os seus herdeiros estão avaliados em milhões. Aliás, qualquer comprador tem de estar preparado para desembolsar mais de um milhão para ter um filho de Frankel.

Não só de vitórias se fez o caminho de um campeão

Nem sempre o percurso do emblemático cavalo foi um mar de rosas. Também existiram espinhos no seu caminho. Frankel perdeu um dos seus tratadores muito cedo, de leucemia. Aliás, o seu nome é uma homenagem a ele, Billy Frankel. Mas a história voltou a repetir-se. Frankel voltou a perder o seu novo tratador pelo mesmo motivo, o cancro, em 2013.

Atualmente Frankel vive no centro hípico de Banstead Manor, em Inglaterra, e é propriedade do príncipe árabe Khalid Abdullah.