O homem mais gordo do mundo, Juan Pedro Franco, é de nacionalidade mexicana, tem mais de 500 quilos – meia tonelada – e não saía de casa há cerca de seis anos. Mas fê-lo para ser internado no hospital onde vai realizar tratamentos específicos para que recupere a sua mobilidade e perca peso, avança o The Telegraph. Os tratamentos incluem uma primeira avaliação do estado total da sua saúde, dieta por seis meses e, só depois, a intervenção cirúrgica com especialistas em obesidade mórbida.

Foi na passada terça-feira que Juan Pedro Franco foi transferido para o hospital, mas tiveram de ser usados equipamentos especiais. Para além da obesidade óbvia, o paciente sofre de várias outras doenças que são consequência do seu peso: diabetes tipo 2, hipertensão arterial, problemas na tiroide e hipertiroidismo, que lhe causou danos no organismo. O excesso de gordura provocou ainda uma doença pulmonar crónica e consequente retenção de líquido nos pulmões.

Juan vivia com a sua mãe, que não conseguia suportar os custos elevados para que ele conseguisse reduzir o excesso de peso, nem alterando a alimentação, nem comprando os medicamentos capazes de ajudar o processo. O facto de Juan ter passado seis anos sem sair da cama acabou por agravar o seu estado.

“Quando ele ainda saia para a rua, a vida era diferente, era melhor. Ele ia trabalhar na sua loja das 9h00 da manhã às 15h00. Mas depois de uma das suas depressões, ele não quis sair mais de casa. E quando ele quis sair… já não conseguia mais “, desabafa a mãe de Juan Pedro

https://www.youtube.com/watch?v=xUPpW76A1Ag

De acordo com a mãe, Juan Pedro desde menino que teve problemas de peso, mas sempre foi um rapaz ativo. Tocava guitarra, cantava num coro e até dava uns toques no futebol. O problema de peso só se agravou quando teve um acidente de viação aos 17 anos.

Um dos maiores desejos de Juan Pedro é agora emagrecer para poder voltar a andar e conduzir de novo.