Seis homens foram detidos por crimes de associação criminosa, contrafação de títulos equiparados a moeda e burla informática, que causaram prejuízos superiores a 100 mil euros, informou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Segundo a PJ, durante a “Operação Fragância”, que decorreu na zona da Grande Lisboa, foram efetuadas sete buscas domiciliárias, tendo sido apreendidos “importantes elementos probatórios” e diversos bens que são produto dos crimes, nomeadamente cartões bancários contrafeitos, um skimmer, um TPA e numeroso material eletrónico, incluindo computadores portáteis, telemóveis, iPhones e xBoxes.

Além dos seis detidos, com idades entre os 17 e 41 anos, foram também constituídas arguidas mais 12 pessoas.

A investigação, dirigida pelo Ministério Público, esteve a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da PJ.