“Eu tinha uma dor na parte inferior das costas, do lado direito, pelo que fui ver o que era”. Foi assim que Jamie Dantzscher, antiga ginasta norte americana, começou por contar os abusos sexuais de que foi vitima durante anos por parte do médico da equipa, Lassy Nassar. Mas não foi a única. Juntamente com outras duas antigas atletas, elas contaram agora as suas histórias numa entrevista ao canal CBS. O médico está atualmente preso por abusos sexuais.

Jamie Dantzscher, Jeanette Antolin e Jessica Howard. Os nomes podem não soar familiares à maioria das pessoas, no entanto, estas três mulheres foram em tempos grandes promessas e glórias da ginástica norte-americana. Durante a entrevista ao programa 60 minutos, as antigas ginastas denunciaram, pela primeira vez, os abusos sexuais por parte do médico. Durante a conversa dirigida pelo jornalista Jonathan LaPook, Jamie Dantzscher, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Sidney em 2000, contou uma das agressões sexuais.

Ela relata então o episódio de dor nas costas e o apresentador pergunta-lhe, especificamente, o que o médico lhe tinha feito. “Colocou os dedos dentro de mim e moveu a minha perna em círculos. Disse-me que eu ia sentir algo e que isso ia ajudar e aliviar a minha dor,” contou. Na altura tinha 13 ou 14 anos e foram os primeiros abusos. Mas, revelou Jamie, esses abusos mantiveram-se até aos Jogos Olímpicos de Sidney, já ela tinha 18.

O programa, que foi para o ar este domingo, abordava o escândalo sexual descoberto e publicado o ano passado pelo jornal IndyStar. A emissão acabaria por ficar marcada pelos testemunhos das três ginastas contra Larry Nassar. Além de Jamie Dantzscher, também Jessica Howard, campeã nacional de ginástica rítmica entre 1999 e 2001, confessou às câmaras da CBS que só se deu conta que os métodos, supostamente médicos, utilizados por Nassar eram abusos sexuais quando as denúncias foram publicadas pelo jornal.

Jessica contou a forma como Nassar se aproveitava da sua condição de médico para abusar sexualmente dela. A antiga campeã nacional contou que o médico começou por fazer-lhe uma massagem, mas antes pediu-lhe para tirar a roupa interior, até que começou a tocar nas zonas íntimas do seu corpo. Questionada sobre o que é que lhe passava pela cabeça quando isso acontecia, Jessica, contou que se recordava “de pensar que algo estava mal, mas sentia que não podia dizer nada sobre isso”. “Porque ele era um médico muito conceituado e reconhecido e que eu era uma sortuda por poder trabalhar com ele”.

Também Jeanette Antolin, ginasta da seleção dos Estado estados Unidos, contou como era tocada de forma imprópria pelo médico. Antolin disse que se sentia muito incomodada mas que pensava tudo não passar de um simples tratamento. Nunca se queixou por achar que era um tratamento e “ninguém se queixa de um tratamento”.

Larry Nassar está preso desde novembro do ano passado, segundo o El País. Foi acusado de abuso sexual de menores e posse de pornografia infantil.

Veja o excerto do programa This Morning da CBS onde as três ginastas denunciaram os abusos a que foram sujeitas: