Com o intuito de comprovar que, por muito recente que seja um modelo, pouco há que o seu departamento de veículos especiais MSO (McLaren Special Operations) não consiga fazer para o tornar ainda mais exuberante e exclusivo, a McLaren não perdeu tempo e revelou a sua primeira versão personalizada do superdesportivo apresentado no Salão de Genebra: o 720S Velocity by MSO.

A denominação provém da pintura que reveste a carroçaria, resultado de uma combinação de dois tons de vermelho perolados – o Nerello é utilizado na frente e na parte superior (incluindo o capot em fibra de carbono), o Volcano na lateral e na secção traseira. Esta combinação cromática única é complementada pelas jantes com acabamento em bronze metalizado e por uma série de elementos adicionais em fibra de carbono, uns com acabamento brilhante, outros acetinado.

No interior, tido como o mais luxuoso alguma vez criado para um modelo da família Super Series, pontificam os revestimentos em Alcantara com apontamento em pele vermelha no tablier, no volante, nas portas e nos bancos desportivos (incluídos no equipamento desta unidade).

O preço é que subiu qualquer coisa como 145 mil euros face ao de um 720S “normal”, rondando, na origem, os 386 mil euros.