As autoridades brasileiras estão a investigar o jogo da ‘Baleia Azul’, que propõe 50 desafios a jovens, sendo que o último é o suicídio. Segundo o portal de notícia da Globo, o jogo consiste numa troca de mensagens entre os jovens e os “curadores”. Os últimos lançam os desafios através do Facebook e do WhatsApp — o nome ‘Baleia Azul’ vem da imagem utilizada por este curadores nas duas plataformas — aos adolescentes, que vão desde tirar fotografias enquanto estão a ver filmes de terror a automutilação (desenhar baleias com objetos cortantes) e ingestão de medicamentos, terminando em suicídio.

O jogo terá começado com uma notícia falsa de um órgão de comunicação estatal russo, que se propagou a partir de 2015. “O jogo não existia, mas com a grande repercussão da notícia, pode ter passado a existir”, explicou Thiago Tavares, da Safernet — uma organização não-governamental brasileira de combate ao crime na internet. O jornal O Globo entrevistou uma adolescente de 15 anos que diz ter participado neste jogo e avisa outros jovens a não fazerem o mesmo.

Isso só vai causar coisas ruins, e em vez de parar, a sua tristeza só vai aumentar. E acumular até te deixar vazio por dentro e por fora”, afirmou a adolescente, que adianta ter tomado conhecimento do jogo no final de 2016. “Eu pensei que seria uma saída para mim. Uma saída para a minha tristeza”.

A Globo refere que estão em curso investigações em três estados. No Rio de Janeiro suspeita-se que uma tentativa de suicídio esteja relacionada com o jogo e em Mato Grosso, uma pessoa morreu possivelmente devido ao jogo. As autoridades no estado de Paraíba estão a investigar um grupo de WhatsApp que está a divulgar as regras do jogo e no qual participaram alunos de uma escola em João Pessoa.

Só na cidade de Curitiba, refere o jornal O Globo, estão em a ser investigadas sete tentativas de suicídios de jovens que tinham com marcas de automutilação e que tinha ingerido medicamentos. De acordo com responsável pela investigação, Fernanda Fernandes — que lidera o departamento de combate aos crimes informáticos (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI)) — as pessoas que estejam a aliciar estes jovens podem ser acusados de homicídio.

A Câmara de Deputados no Brasil aprovou, esta quarta-feira, um requerimento para se realizar uma audiência pública para debater o jogo da ‘Baleia Azul’, lê-se no O Globo. A reunião, cuja data ainda está por agendar, irá contar com a participação de representantes do Facebook e do WhatsApp, um representante da Unicef Brasil e um blogger que fez um vídeo a alertar dos perigos deste jogo.

Especialistas brasileiros consultado pela Globo deixaram ainda algumas recomendações para lidar com a questão: as pessoas devem estar atentas a sinais de mudanças de comportamento; os pais devem interessar-se pelo dia a dia dos filhos e falar com eles; os adolescentes devem recorrer a alguém que confiem para falar dos seus problemas; entre outras recomendações.