Milhões de crianças na Índia vão ser vacinadas contra a pneumonia, a doença infecciosa que mais mortes provoca entre os menores de cinco anos, informou este domingo a GAVI, a Aliança para a Vacinação, criada pela fundação de Bill Gates.

A organização internacional, criada no ano 2000 pela Fundação Gates, do fundador da Microsoft, Bill Gates, e da sua mulher, Melinda Gates, e formalmente apresentada no decorrer do Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suiça, apresenta-se como uma aliança entre o setor público e privado para facilitar o acesso à vacinação às crianças dos países mais pobres.

A entidade ajudou o Governo da Índia a introduzir a vacina no seu Programa Universal de Vacinação, e espera-se que reduza o número de mortes por pneumonia nesta faixa etária, que atinge os 200 mil por ano, refere a EFE.

Em todo o mundo, 900 mil crianças morrem anualmente devido a pneumonia, o que representa um terço de todas as mortes que podem ser prevenidas através da vacinação.

A PCV, a vacina que será usada para imunizar as crianças na Índia, também oferece proteção contra o vírus que causa diarreia e rubéola.

Até agora a PCV só estava disponível na Índia no sistema privado, pelo que não estava ao alcance da maioria da população.

Numa primeira fase, 2.1 milhões de crianças vão ser vacinadas nas regiões de Himachal Pradesh, Bihar e Uttar Pradesh, chegando numa fase posterior a milhões de crianças no resto do país.

A Índia é o país no mundo com mais crianças sem qualquer vacina ou que não cumpriram na totalidade o programa de imunização.