Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Após a incorporação do Banco Popular Portugal, o Santander Totta será o segundo banco com mais crédito concedido aos portugueses. No final de 2016, as duas instituições tinham, em conjunto, um saldo de crédito concedido de 39,4 mil milhões de euros. Todavia, a distância para o Millennium bcp era pequena: apenas 54,7 milhões de euros, o que representa menos de 0,14% do montante. A Caixa Geral de Depósitos é a líder com 51,5 mil milhões de euros de crédito concedido na sua atividade em Portugal.

O Millennium bcp mantém-se, porém, como o segundo banco nos depósitos. No início do ano, os clientes nacionais desta instituição tinham 35,6 mil milhões de euros no seu balanço (essencialmente depósitos), mais 9,85% do que os clientes do Santander Totta e do Banco Popular Portugal no seu conjunto.

Caso se incluam os recursos dos clientes não registados no balanço dos bancos, como fundos de investimento e seguros de capitalização, o Santander Totta disputa mais o quarto do que o terceiro lugar da banca portuguesa. Os recursos totais de clientes do Santander Totta e do Banco Popular Portugal somavam 37,6 mil milhões de euros no início de 2017, o que compara com os 37 mil milhões de euros no Novo Banco, o quarto maior banco português.

O Santander Totta incorporará o Banco Popular Portugal na sequência da compra do Banco Popular Español, que controla todo o capital da subsidiária portuguesa, pelo Banco Santander, dono do Santander Totta. É através de Espanha que o grupo Banco Popular controla outros negócios em Portugal: a Popular Gestão de Ativos (que, a juntar-se, permitirá à Santander Asset Management tornar-se na terceira maior gestora de fundos mobiliários portugueses, ultrapassando a IM Gestão de Ativos) e as companhias de seguros Eurovida e Popular Seguros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Há, no entanto, um número em que a soma do Santander Totta e do Banco Popular ultrapassa a Caixa Geral de Depósitos: após a incorporação, o Santander Totta terá uma rede nacional de 726 balcões, segundo os números do final de 2016; nessa altura, a Caixa tinha 717. A incorporação do Popular poderá conduzir à redução do número de balcões, tal como aconteceu após a compra do Banif, em dezembro de 2015. Após ter absorvido 154 agências do Banif, o Santander Totta eliminou 81 ao longo de 2016.

Depois de incorporar o Popular, o Santander Totta deverá ficar com cerca de sete mil colaboradores, menos do que as equipas nacionais da Caixa Geral de Depósitos e do Millennium bcp.

Santander + Popular lá fora

A operação de compra do Banco Popular Español eleva o Banco Santander à liderança na banca em Espanha, ultrapassando o CaixaBank, o dono do português Banco BPI. Em alguns segmentos, como no mercado de crédito, Santander ficará com cerca de 20% do mercado, segundo informação disponibilizada pelo grupo.

Todavia, Espanha não é o principal mercado do Santander: Brasil, onde controla o terceiro maior banco privado por ativos, e Reino Unido estão à frente. A nível global, o Santander está presente em mais de uma dezena de nações, em alguns casos em parceria (como é o caso da subsidiária portuguesa da UCI, especializada em crédito à habitação, que resulta de um negócio com o francês BNP Paribas).

Com a operação anunciada na passada quarta-feira, o grupo Santander subirá duas posições na lista dos maiores bancos do mundo por ativos, passando do 20.º para 18.º lugar ao ultrapassar a Société Générale e o Barclays. Os seus ativos somam 1,5 biliões de euros.