O aeroporto de Lisboa e do Porto estão habituados a grandes enchentes na altura em que chegam os campeões, seja de clubes ou de seleções, sejam de atletismo, natação, hóquei em patins ou futebol. Na Turquia, a coisa faz-se por muito menos. E Pepe é o mais recente exemplo de como não é preciso muito para fazer rebentar a festa.

À chegada a Istambul, o internacional português, mesmo escudado por um verdadeiro batalhão de polícias, foi engolido pela multidão de centenas de adeptos do Besiktas que esperaram o novo reforço do clube. Colocaram-lhe cachecóis ao pescoço, um clássico, e Pepe respondeu com o gesto como se fosse uma águia, o símbolo do campeão turco. Se o currículo do jogador já era um cartão de visita mais do que suficiente, a atitude reforçou a empatia.

Pepe muda-se para a Turquia a custo zero. No site do clube, pode ler-se que a transferência vai valer ao jogador cerca de dez milhões de euros, mas podem chegar aos 15 milhões. A assinatura do contrato, por ter o passe na mão, valeu-lhe desde logo três milhões de euros limpos. E há mais um pormenor do internacional português que se juntará a Quaresma: por cada jogo realizado, o central vai receber quatro mil euros.

Nas redes sociais do clube, foram várias as fotos partilhadas pelo jogador, seja a sua viagem no jato privado, seja os exames médicos realizados.

Besiktas confirma contratação de Pepe