566kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Vídeo. Primeira dama da Polónia deixa Donald Trump pendurado

Este artigo tem mais de 5 anos

Não acontece só com Melania Trump. O presidente dos Estados Unidos voltou a ficar com a mão pendurada. Desta vez, foi a primeira dama da Polónia que recusou cumprimentá-lo quando ele quis.

Donald Trump e o presidente polaco encontravam-se num palco acompanhados das suas mulheres
i

Donald Trump e o presidente polaco encontravam-se num palco acompanhados das suas mulheres

JANEK SKARZYNSKI/AFP/Getty Images

Donald Trump e o presidente polaco encontravam-se num palco acompanhados das suas mulheres

JANEK SKARZYNSKI/AFP/Getty Images

Agata Kornhauser-Duda, a mulher do presidente da Polónia, deixou Donald Trump de mão pendurada quando este a tentava cumprimentar. O episódio aconteceu esta quinta-feira, em Varsóvia, a capital da Polónia, no âmbito da segunda visita oficial do presidente americano à Europa.

Donald Trump e o presidente polaco encontravam-se num palco acompanhados das suas mulheres. O presidente dos Estados Unidos estendeu a mão à primeira dama polaca depois de cumprimentar o marido, Andrzej Duda. Mas Agata Kornhauser-Duda ignorou o gesto e em vez disso cumprimentou primeiro a sua homóloga norte-americana, Melania Trump. A primeira dama da Polónia acabou por dar um aperto de mão a Donald Trump só mais tarde.

Donald Trump já conta com uma longa lista de incidentes relacionados com apertos de mão. O primeiro encontro com o primeiro-ministro canadiano Justin Trudeau ficou marcado por um curto aperto de mão. Com o primeiro encontro com Shinzō Abe aconteceu o contrário: o cumprimento durou l 19 segundos.

O presidente norte-americano também já teve incidentes no que toca a dar a mão à mulher. Na primeira visita de Estado fora dos EUA, Melania Trump recusou dar a mão ao marido duas vezes.

Trump tenta dar a mão a Melania mas fica (outra vez) com a mão pendurada

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.