455kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Teste. Consegue ajudar estes esquilos a encontrar uma bolota?

Este artigo tem mais de 4 anos

O Rei Esquilo escondeu a Bolota Dourada algures num terreno e há três servos ansiosos para a encontrar. Agora que os esquilos já voltaram a viver em Portugal, consegue ajudá-los a encontrar o tesouro?

i

Getty Images

Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O final do ano passado trouxe boas notícias para a fauna portuguesa: depois de centenas de anos longe de Portugal, os esquilos vermelhos regressaram ao país e até já se dispersaram entre o rio Minho e o rio Tejo. A Universidade de Aveiro contou que os pequenos roedores já tinham cá estado nos anos 80, mas que agora foram vistos 1.400 vezes e se encontram finalmente fora de perigo. Portugal já têm novamente um bom habitat para estes animais, por isso “os esquilos estão definitivamente de volta ao território nacional”.

Para celebrar o regresso dos esquilos, que tal juntar o útil ao agradável e pôr o cérebro a funcionar com um desafio matemático sobre estes animais publicado esta semana pelo The Guardian? Vamos a isso.

Já há outra vez esquilos em Portugal e vieram para ficar

Mostrar Esconder

Só para simplificar o exercício, vamos dar um exemplo: se o Esquilo Verde estiver no mesmo quadrado que a Bolota Dourada, então a carta deste servo tinha um “0” escrito, o Esquilo Vermelho tinha um “5” na carta e o Esquilo Amarelo tinha recebido um “4”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Era uma vez o Rei Esquilo. O Rei Esquilo tinha um bem muito precioso: a Bolota Dourada. Um dia, foi a um terreno com seis quadrados de comprimento e seis quadrados de largura e enterrou a bolota debaixo de um deles. Nesse terreno, o Rei Esquilo tinha outros três servos: o Esquilo Vermelho, o Esquilo Verde e o Esquilo Amarelo, todos eles com posições pré-definidas como na imagem cá em baixo. O rei deu a cada um deles uma carta com um número diferente: cada um dos servos lê as suas cartas mas, embora consigam ver as posições uns dos outros, não podem ler as cartas dos vizinhos. O Rei Esquilo diz: “Cada carta tem um número diferente escrito, que indica o número mínimo de quadrados a que cada um de vós está daquele onde está a Bolota Dourada. Mas para chegar até à bolota só se podem mexer na horizontal ou na vertical e apenas podem mudar de direção uma vez”.

Passado algum tempo, o Rei Esquilo pergunta aos servos: “Alguém sabe onde está a Bolota Dourada?”. Quando os três respondem que não, o Esquilo Vermelho diz: “Então já sei onde está a bolota”. Consegue descobrir a lógica por detrás da resposta desse esquilo e onde está, afinal de contas, a tão desejada Bolota Dourada? A imagem aqui em baixo pode ajudá-lo a visualizar melhor a situação de que fala o enunciado.

Alex Bellos, o autor que lançou o desafio originalmente no The Guardian, resolveu o problema passo a passo — uma boa solução para que possa entender melhor o desafio que os esquilos trouxeram.

Primeiro passo: o enunciado diz que cada esquilo recebeu uma carta com um número diferente, portanto podemos imediatamente eliminar os quadrados que estão à mesma distância de pelo menos dois dos esquilos. Como o Esquilo Vermelho não têm qualquer relação de equidistância com os outros, basta estudar o Esquilo Verde e o Esquilo Amarelo. Isso elimina as hipóteses marcadas aqui em baixo.

Também podemos eliminar imediatamente os quadrados onde estão os próprios servos: se algum deles tivesse recebido o número “0” significaria que estavam no mesmo quadrado que a Bolota e algum deles teria sabido logo onde o tesouro estava.

Outro dado lógico que é preciso ter em mente: há números que cada um dos esquilos não pode ter recebido. O Esquilo Verde, por exemplo, não pode ter recebido o número 7 porque só há um quadrado a sete passos dele. Da mesma forma, o Esquilo Amarelo não pode ter recebido o número 8 e o Esquilo Vermelho não pode ter recebido nem o número 8, nem o número 9: se algum deles tivesse recebido esses números, eles teriam sabido logo onde estava a Bolota Dourada.

Posto isto, as opções estão reduzidas aos quadrados escuros assinalados aqui em baixo.

Agora chega o veredito. Depois destes cálculos de cabeça (vamos todos imaginar que este esquilo é tão inteligente como qualquer humano — e muito mais esperto que o esquilo do filme Idade do Gelo), o Esquilo Vermelho descobriu rapidamente onde estava o Bolota Dourada. A única forma de isso ter acontecido é este servo ter recebido um número na carta que só podia ir dar a um único quadrado da grelha.

O número 1 não pode ter sido porque o esquilo teria chegado a dois quadrados se tivesse recebido esse número. O número 2 também não porque o Esquilo Vermelho teria chegado a três quadrados se o tivesse recebido. Seguindo este pensamento, este servo pôde eliminar imediatamente todos os números entre o 1 e o 6. Foi assim que chegou à solução: o número 7 era o único que o levaria até apenas um dos quadrados — o primeiro da quarta linha. Estava descoberta a Bolota Dourada.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.