Pais que mantinham 13 filhos acorrentados e mal-nutridos foram presos na Califórnia

A revelação macabra foi feita no passado domingo, quando as autoridades descobriram uma das crianças mantidas em cativeiro. Ela e os irmãos eram mantidos às escuras e rodeados de dejetos.

i

Os pais, David Allen Turpin (57 anos) e Louise Anna Turpin (49 anos). Fotos divulgadas pelas autoridades americanas

Riverside County Sheriff's Department

Os pais, David Allen Turpin (57 anos) e Louise Anna Turpin (49 anos). Fotos divulgadas pelas autoridades americanas

Riverside County Sheriff's Department

Um casal da cidade de Perris, no estado da Califórnia, foi preso nesta segunda-feira, 16 de janeiro, por suspeitas de tortura e abuso de menores, depois da polícia ter descoberto que os mesmos mantinham os filhos acorrentados às camas e mal-nutridos.

Segundo o L.A. Times, o cenário dantesco (as crianças estavam rodeadas de lixo e dejetos) foi descoberto este domingo, depois de uma das vítimas — uma rapariga de 17 anos — ter conseguido fugir do número 100 de Muir Woods Road e ter ligado para o 911 (o equivalente norte-americano do 112). De acordo com uma declaração divulgada pela polícia de Perris, a jovem terá utilizado um telemóvel que encontrou em casa.

[Veja a história neste vídeo]

[jwplatform A4cGuHvK]

As autoridades de Perris e do Riverside County Sheriff’s Department relatam que quando se cruzaram com a rapariga ela “parecia ter 10 anos”.

Dentro da casa foram descobertas “várias crianças acorrentadas às suas camas” que eram mantidas “na escuridão” e rodeadas “de cheiros nauseabundos”, lia-se do comunicado emitido pelas forças policiais. A criança mais nova tinha dois anos e, à semelhança da rapariga que fugiu e dos restantes irmãos, apresentavam graves sinais de subnutrição. Só mais tarde é que se descobriu que dois destes jovens que eram mantidos em cativeiro tinha 18 e 29 anos.

Antes de serem enviados para o hospital, os jovens foram alimentados pela polícia, já que todos afirmavam “estar esfomeados”.

Os pais, David Allen Turpin (57 anos) e Louise Anna Turpin (49 anos), estão em prisão preventiva, sujeitos a uma fiança de nove milhões de dólares.

Toda esta história ganhou contornos ainda mais macabros quando os investigadores descobriram que esta casa, propriedade de ambos os suspeitos, aparecia listada no diretório do Department of Education como Sandcastle Day School, um infantário e escola secundária privados que inaugurou em 2011. David Turpin aparecia referenciado como sendo o reitor.

Outros registos públicos mostram que o casal vivia nessa casa desde 2010, depois de terem residido durante vários anos no estado do Texas. Terão ainda declarado insolvência por duas vezes.

[A localização geográfica da casa onde as crianças eram mantidas em cativeiro]

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.