Forbes

Forbes destaca quatro portugueses na lista dos 30 jovens “mais brilhantes” da Europa

5.994

São quatro os portugueses distinguidos na lista dos 30 jovens abaixo dos 30 anos da Forbes. O líder da juventude popular é um dos nomeados na categoria de "Direito e Política".

A Forbes divulga todos os anos uma lista de 30 jovens abaixo dos 30 anos em várias categorias relevantes para a sociedade

São quatro os jovens “mais brilhantes” escolhidos pela Forbes na lista anual dos “30 under 30″ (30 pessoas influentes com menos de 30 anos). Um bailarino (Marcelino Sambé), duas empreendedoras no comércio de vestuário de luxo (Filipa Neto e Lara Vidreiro e, surpreendentemente, um jovem político. Chama-se Francisco Rodrigues dos Santos, é presidente da Juventude Popular (a juventude partidária do CDS/PP) e, numa das escolhas com maior relevo, é um dos distinguidos na categoria de “Direito e Política”, desvendou a revista esta segunda-feira em Londres, Inglaterra.

Em declarações ao Observador, Francisco Rodrigues do Santos assumiu ter sido “surpreendido” com a nomeação. Quanto ao que esta representa, o dirigente partidário afirmou que mostra “que, efetivamente, a juventude popular está a liderar o centro direita em Portugal”. Rodrigues dos Santos adiantou ainda que a escolha da Forbes mostra que “este é o momento de pôr os pais a votar nos filhos e não os filhos votar nos pais”. Assunção Cristas já contactou o jovem político a congratulá-lo pela distinção.

O presidente da Juventude Popular foi considerado pela revista Forbes um dos 30 jovens “mais brilhantes, inovadores e influentes” da Europa na categoria “Direito e Política”. Francisco Rodrigues Dos Santos é advogado no escritório Valadas Coriel & Associados.

[Veja no vídeo as principais polémicas de “Chicão”, alcunha do líder da Juventude Popular desde os tempos da Faculdade]

A Forbes diz que o conimbricense de 29 anos, que fará 30 anos em setembro deste ano, merece este distinção porque ajudou a Juventude Popular “a crescer para mais de 20 mil afiliados e para o dobro de membros eleitos” nas últimas eleições autárquicas. A liderar esta organização política relacionada com o CDS-PP desde dezembro de 2015. Fonte oficial da JP confirmou ao Observador que a organização, desde que o jovem político passou a liderar aquela estrutura partidária, passou de “cerca de 17 mil filiados” para “perto de 21 mil”

Numa publicação no Facebook, o mestre em Direito Administrativo na vertente de Energia pela Universidade Católica de Lisboa agradeceu à família “pelo amor e educação”, aos amigos “pela suprema amizade”, aos professores e aos colegas de trabalho. Mas também agradece aos militantes da Juventude Popular e aos adversários políticos: “[Agradeço] à JP e aos seus militantes por me obrigarem a superar-me todos os dias para merecer liderá-los, ao CDS por ser o pináculo da minha missão política, aos meus adversários, por me exigirem estudo e aperfeiçoamento constantes e ao meu País, por me conceder a suprema honra de poder servi-lo”.

Em Londres, onde me encontro, acabo de ser anunciado oficialmente pela revista Forbes, como um dos “30 jovens mais…

Posted by Francisco Rodrigues Dos Santos on Monday, January 22, 2018

As outras promessas portuguesas

A revista Forbes distinguiu ainda mais três portugueses. O bailarino Marcelino Sambé de 23 anos foi distinguido na categoria “Arte e Cultura”. Em 2015 considerado como uma das 10 pessoas a seguir pelo The Independent, o jovem artista foi ainda um artista convidado no Royal Ballet de Londres 2012. Desde de 2014 é primeiro bailarino na mesma instituição.

Marcelino Sambé começou a dar os primeiros passos enquanto bailarino aos seis anos. Ao nove ingressou na Escola de Dança do Conservatório Nacional. Em 2008 ganhou a medalha de prata no Concurso Internacional de Ballet de Moscovo e, em 2010, a medalha de ouro Concurso Internacional de Ballet dos Estados Unidos, em 2010.

A jovem promessa da dança que já é referência a nível mundial num vídeo de Youtube partilhado pelo canal da Royal Opera House (a “casa mãe” do Royal Ballet”).

Já Filipa Neto e Lara Vidreiro, fundadoras da Chic By Choice, foram distinguidas no ramo “Retalho e Comércio Eletrónico”. As jovens empreendedoras criaram a loja de aluguer de vestidos de luxo que rapidamente alcançou sucesso, não só em Portugal.

Em 2015 a startup fundada fechou uma ronda de investimento de 1,5 milhões de euros. A empresa da jovens empreendedoras de 27 anos é referida pela Forbes como a futura referência europeia de aluguer de vestidos de luxo.

Entre os outros escolhidos para a lista política “30 Under 30” da Forbes está também Hervé Barville, sobrevivente do genocídio de Ruanda que se tornou porta-voz do grupo parlamentar francês “La République en Marche” ou Thomas O’Neill, que inventou um sistema para detetar lobbies nas políticas sobre as alterações climáticas. Veja a lista completa aqui.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Impostos

Sejamos todos Robin dos Bosques

Rodrigo Saraiva

O protesto é uma arma da democracia, mas deve estar ligado directamente ao voto e não à violência. Sejamos todos Robin dos Bosques contra o saque fiscal. Há uma diferença entre o imposto e o esbulho. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)