CPLP

XII cimeira da CPLP marcada para 17 e 18 de julho em Cabo Verde

A XII Cimeira da CPLP vai acontecer durante os dias 17 e 18 de julho na ilha do Sal, em Cabo Verde. A data coincide com o aniversário da CPLP, que assinala 22 de existência no dia 17.

ANTÓNIO AMARAL/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A XII cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai decorrer a 17 e 18 de julho na ilha do Sal, Cabo Verde, disse esta segunda-feira à Lusa fonte da organização.

A XII conferência de chefes de Estado e de Governo, na Vila de Santa Maria, ilha do Sal, vai marcar a transição da presidência ‘pro tempore’ da comunidade lusófona do Brasil para Cabo Verde.

Antes do encontro de chefes de Estado e do Governo dos países lusófonos, decorrerão reuniões do conselho de ministros, do comité de concertação permanente e dos pontos focais de cooperação, adiantou a mesma fonte.

A realização da conferência de chefes de Estado e de Governo coincide com o aniversário da CPLP, que a 17 de julho cumpre 22 anos de existência.

A última cimeira decorreu em Brasília, capital do Brasil, a 31 de outubro e 1 de novembro de 2016, quando a presidência brasileira assumiu como prioridade a implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030, definida pelas Nações Unidas).

Os países aprovaram também, nessa ocasião, a nova visão estratégica, que define o rumo da CPLP na próxima década, apontando como principais apostas a “cooperação económica e empresarial, segurança alimentar e nutricional, energia, turismo, ambiente, oceanos e plataformas continentais, cultura, educação e ciência, tecnologia e ensino superior”.

O documento prevê ainda o reforço dos mecanismos para facilitar a circulação de pessoas dentro do espaço lusófono, uma proposta que teve a iniciativa de Portugal e Cabo Verde.

Além disso, a CPLP deve também reforçar a cooperação com os países que têm estatuto de observador associado da organização (Hungria, República Checa, Eslováquia, Uruguai, ilha Maurícia, Namíbia, Senegal, Turquia, Japão e Geórgia).

A CPLP é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
História

Angola é nossa! /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
310

Angola é nossa porque é da nossa língua, como nossa é também porque, na sua imensa maioria, é católica.

Filosofia

Democracia e formas simbólicas /premium

Paulo Tunhas

O estudo da história do pensamento político recorda-nos o retorno maciço do pensamento mítico com o nazismo, alertando para o perigo de uma única forma simbólica se apoderar de todas as restantes.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)