O treinador português Rui Faria, adjunto de José Mourinho há 17 anos, vai deixar o Manchester United no final da temporada, anunciou este sábado o clube inglês de futebol.

“Depois de muita ponderação e com o coração apertado sinto que é tempo de seguir em frente”, disse Rui Faria em declarações publicadas no site oficial do Manchester United, acrescentando: “Sinto que tenho de passar mais tempo com a minha família antes de enfrentar novos desafios profissionais”.

Aos 42 anos, Rui Faria garante que os 17 anos durante os quais tem trabalhado com José Mourinho “foram marcados por experiências incríveis e inesquecíveis”.

“Os meus sinceros agradecimentos vão para José Mourinho, por ter acreditado em mim há tantos anos, quando eu era apenas um estudante com muitos sonhos. Quero agradecer-lhe a oportunidade, a confiança, o conhecimento, a experiência e, sobretudo, amizade”, referiu.

Rui Faria trabalhou 17 anos com José Mourinho, em seis clubes de quatro países: U. Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Manchester United.

“Passaram 17 anos e a criança agora é um homem. O aluno inteligente é agora um especialista em futebol, pronto para uma carreira de sucesso como treinador”, afirmou Mourinho, também em declarações ao site dos red devils, clube com o qual tem contrato até 2020.

Mourinho admitiu que vai sentir saudades de “um grande amigo”, mas acrescentou: “A felicidade dele é o mais importante, respeito a decisão dele, especialmente porque sei que estaremos sempre juntos”.