Um verdadeiro retrato de família. Foi esse o resultado das fotografias oficiais do casamento de Meghan e Harry. Alexi Lubomirski, o fotógrafo que as captou, conseguiu, através delas, mostrar aquilo que de mais genuíno cada uma daquelas pessoas tinha em si. Em entrevista à BBC, o fotógrafo disse que foi “um momento muito feliz” poder fazer este trabalho com a família real e com os noivos.

Lubomirski, que já tinha sido escolhido por Meghan e Harry para as fotos de noivado, não queria que aquelas imagens se parecessem “com uma foto de uma equipa desportiva ou com o exército, com as pessoas todas alinhadas”, mas sim com “um retrato de família” — e nada melhor que isso do que dar-lhe “algum ritmo e assimetria”.

E foi isso mesmo que conseguiu, através de pequenos detalhes — que na verdade ditaram a autenticidade das imagens divulgadas — como, por exemplo, “a maneira como se fotografa a sala” e a forma como se enquadram as pessoas. “Queríamos pessoas em pé, pessoas sentadas, algumas crianças no colo dos pais. Era muito importante para mim extrair a verdadeira autenticidade das pessoas“, explicou. Com este pensamento em mente, Lubomirski atingiu o objetivo pretendido: mostrar aquilo que de mais real (no sentido literal da palavra) uma família tem.

O fotógrafo conta também que, se visse que o casal tinha tempo e energia para posar para a câmara depois do retrato de família, iriam para o jardim das rosas “tirar umas fotos rápidas”. “E tínhamos muito pouco tempo. Tínhamos apenas três minutos e meio porque estava tudo super controlado. E ali foi um daqueles momentos mágicos enquanto fotógrafo“, contou à publicação britânica, acrescentando que naquele momento tudo ficou da forma certa, no sítio certo.

Foi neste momento que surgiu a foto de Meghan e Harry sentados nas escadas: um momento de cumplicidade entre o par romântico, num dos dias mais importantes das suas vidas, mas ainda assim, exausto e cansativo. O fotógrafo disse-lhes que já podiam ir, mas pediu que se sentassem nos degraus para captar um último momento. “Eles sentaram-se, ela colocou-se entre o colo dele e nesse momento eles começaram a rir e a brincar um com o outro” — já cansados, “simplesmente olharam um para o outro e sorriram e foi um momento super bonito“, comentou Lubomirski.

Quando tiramos fotos, sabemos que temos algo, mas obviamente não temos tempo para ver o que a foto deu”, disse, acrescentando que, só quando voltou ao hotel é que conseguiu, de facto, apreciar o material que tinha e foi “simplesmente fantástico“. “Foi um momento muito feliz”, concluiu.

Alexi Lubomirski, o fotógrafo do casamento real, que aconteceu no passado sábado, recebeu a sua primeira câmara fotográfica aos 11 anos, altura em que percebeu que também ele tem um título de príncipe, mais concretamente príncipe da Casa Lubomirski.