Imigrantes

Autoridades resgatam 140 imigrantes na costa espanhola

Grupo de Salvamento Marítimo espanhol informou que foram resgatados 140 imigrantes que viajavam em barcos no Estreito de Gibraltar. Foram levados para portos de Tarifa e Barbate, no sul de Espanha.

CHRISTOPHE PETIT TESSON/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O grupo de Salvamento Marítimo espanhol informou que foram resgatados, na madrugada e manhã de domingo, 140 imigrantes que viajavam em cinco barcos no Estreito de Gibraltar, tendo sido levados para os portos de Tarifa e Barbate, no sul de Espanha.

O primeiro resgate foi feito às 03:15 (hora local, 02:15 em Lisboa) de seis pessoas — cinco homens e uma mulher — que viajavam numa embarcação e que foram levados para o porto de Barbate, segundo informou o serviço de emergências.

Também foram levados para Barbate duas outras embarcações resgatadas, com cerca de 50 pessoas a bordo em cada um dos barcos. Neste caso, o serviço de emergência recebeu a chamada de aviso pouco antes da 05:30 (hora local, 04:30 em Lisboa) e ativou os serviços da Guarda Civil, da Polícia Nacional e a Cruz Vermelha.

Entre às 07:00 e 08:00 (hora local, 06:00 e 07:00 em Lisboa), o Salvamento Marítimo informou ao serviço de emergências o resgate de outras duas embarcações com 34 pessoas a bordo. Na primeira viajavam dez homens e duas mulheres e, na segunda, estavam 22 pessoas. O serviço de emergência ativou a Guarda Civil e a Cruz Vermelha para receberem os imigrantes no porto de Tarifa.

No sábado, foram resgatadas nas costas da Andaluzia outras 202 pessoas que viajavam em seis barcos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Sindicatos

Vivam as greves livres

Nuno Cerejeira Namora

Estes movimentos têm de ser encarados como o sintoma de um mal maior: a falência do sindicalismo tradicional e a sua incapacidade de dar resposta às legítimas aspirações dos seus filiados.

Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Museus

Preservação do Património Cultural

Bernardo Cabral Meneses

As catástrofes ocorridas no Rio de Janeiro e em Paris deverão servir de exemplo para ser reforçada a segurança contra incêndios nos edifícios e em particular nos museus portugueses.

Liberdades

Graus de liberdade /premium

Teresa Espassandim

Ninguém poderá afirmar que é inteiramente livre, que pouco ou nada o condiciona, como se a liberdade significasse tão só e apenas a ausência de submissão e de servidão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)