A imagem de um homem a tirar uma selfie numa estação de comboios enquanto uma mulher é assistida pelos serviços de emergência está a chocar a Itália. A fotografia do momento foi tirada pelo jornalista italiano Giorgio Lambri, no dia 26 de maio, em Piacenza, no norte do país.

A mulher, uma turista canadiana, foi atingida por um comboio e estava a receber assistência quando o homem, que não foi identificado, decidiu tirar a selfie. O chefe da polícia de Piacenza,Filippo Sordi Arcelli Fontana, disse que as autoridades que estavam no local pediram ao homem para apagar a fotografia e pediram-lhe para abandonar a estação.

O homem não está a ser investigado, uma vez que aquilo que fez não é considerado crime. A mulher foi transportada para o hospital, onde lhe foi amputada uma perna. O jornalista denunciou o caso e escreveu um artigo no jornal local Libertà com o título: “A crueldade que não se espera: uma selfie em frente de uma tragédia.”