Apesar das semelhanças com a “nossa” ponte sobre o Tejo, a acção decorreu em São Francisco, na Califórnia, e a ponte em causa é a Bay Bridge que, tal como a vizinha Golden Gate, é similar à portuguesa em termos de construção. Em pleno domingo, pelas 10h45 da manhã, vários veículos bloquearam o trânsito na ponte para que três condutores se divertissem a fazer piões. Acabada a “proeza”, tentaram abandonar o local e conseguiram. Todos menos um.

Como seria de esperar, o simples acto de parar o trânsito numa ponte por onde passam 45 milhões de veículos por ano, que se deslocam entre São Francisco e Oakland, fez disparar os contactos telefónicos para as autoridades locais. No caso, a California Highway Patrol, que tratou rapidamente de fechar as saídas da ponte, mas não sem antes dois dos condutores conseguirem escapar. O terceiro (e menos afortunado), além de ver o seu Mustang apreendido, foi preso por condução perigosa e excesso de velocidade, com a primeira acusação a garantir-lhe três meses como ‘convidado’ do xerife local, a que vai somar outro tanto pelo abuso na velocidade.

Os três “habilidosos” do volante estavam aos comandos de dois Ford Mustang, um coupé de carroçaria fechada e outro aberto, tipo cabriolet – tendo sido este o veículo apreendido –, com o terceiro elemento deste número de circo a deslocar-se num Toyota Supra.

Curiosamente, os restantes condutores que participaram no bloqueio da ponte, enquanto os seus amigos se divertiam, passaram ao lado de penalizações mais fortes, provavelmente pela dificuldade de provar conluio. Contudo, a polícia passou os todos os veículos envolvidos a pente fino e, além de um condutor sem liçença de condução, apanhou ainda uma série de “bombas” ilegais ou com alterações mecânicas não conformes com as regras de trânsito.