O Banco Económico (BE), o Banco de Fomento de Angola (BFA) e o Millennium Atlântico (BMA) foram multados por violarem o dever de prestar informações à Comissão do Mercado de Capitais (CMC) angolana, indicou esta terça-feira a instituição de supervisão.

Numa nota no portal da CMC, é indicado que, tendo em conta a Lei de Bases das Instituições Financeiras (LBIF), de 17 de junho de 2015, o BMA e o BE vão pagar, cada um, uma multa no valor de 900 mil kwanzas (cerca de 2.600 euros).

Já ao BFA, a CMC aplicou uma multa no valor de 450 mil kwanzas (cerca de 1.300 euros), sob a forma de transação.

Outra multa, no valor de 900 mil kwanzas, foi aplicada ao agente de intermediação financeira Odell Gloval Invertor – Sociedade Gestora de Organismos de Investimento Coletivo, também pela prática de transgressão previstas na LBIF.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Banco Económico e a Odell Global Investors foram multados pela segunda vez este ano, depois de uma decisão nesse sentido, também tomada pela CMC em março e junho, em que as duas instituições foram multadas em 450 mil kwanzas, o mesmo acontecendo ao Banco Prestígio, pelas mesmas razões e pelo mesmo valor.

A Comissão de Mercado de Capitais (CMC) tem como missão a regulação, supervisão, fiscalização e promoção do mercado de valores mobiliários e das atividades que envolvam todos os agentes que nele intervenham, direta ou indiretamente.