A taxa de desemprego espanhola no final do terceiro trimestre de 2018 foi de 14,55%, o que representa uma diminuição de 0,73 pontos percentuais durante o período, havendo agora menos 164.100 pessoas sem trabalho num total de 3.326.000.

Por outro lado, segundo o Inquérito à População Ativa publicado esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística espanhol, o número de pessoas com trabalho subiu 183.900 no terceiro trimestre do ano, o que significa um aumento do número de pessoas ocupadas para 19,5 milhões, o número mais elevado desde finais de 2008.

Como o número de pessoas ocupadas aumentou mais do que diminuíram os desempregados, a população ativa (pessoas que trabalham ou procuram emprego) cresceu em 19.800, para 22.854.000, com a taxa de atividade a subir para 58,73%.