Automobilismo

Piloto ferida no GP Macau não corre risco de paralisia

436

A piloto alemã Sophia Flörsch sofreu um acidente no domingo durante a prova de Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau. A jovem, de 17 anos, fraturou a coluna, mas encontra-se a recuperar.

A jovem piloto alemã Sophia Flörsch sofreu um acidente no domingo durante a prova de Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau.

CARMO CORREIA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A jovem piloto alemã Sophia Flörsch, que sofreu um acidente aparatoso no domingo durante a prova de Fórmula 3 no Grande Prémio de Macau, foi esta segunda-feira operada e não corre “risco de paralisia”, disse o diretor da equipa.

A operação a que, esta segunda-feira, foi submetida foi “extremamente bem-sucedida” e não há “risco de paralisia”, explicou Frits van Amersfoort, dono da Van Amersfoort Racing, citado pela cadeia britânica BBC. “A paralisia era o maior medo, por isso é que a operação foi realizada rapidamente, porque existia o risco de danos na espinal medula. Estamos muito felizes por estar a recuperar”, acrescentou.

A alemã, de apenas 17 anos, é uma das cinco pessoas que continuam hospitalizadas no Hospital São Januário em Macau, na sequência de vários acidentes que ocorreram no Grande Prémio, que decorreu de quinta-feira a domingo. A jovem piloto, que fazia a sua estreia no Grande Prémio de Macau, despistou-se na terceira das 15 voltas da prova e embateu no carro do japonês Sho Tsuboi, ultrapassando os rails de proteção na abordagem à curva do Hotel Lisboa.

Sophia Flörsch esteve no bloco operatório do Hospital São Januário a ser operada desde as 10h00 (02h00 em Lisboa), durante cerca de seis horas. A jovem sofreu várias fraturas na vértebra, com compressão no sistema nervoso central, e após a operação passou nos testes de sensibilidade em todas as partes do corpo.

“Temos confiança de que não vai afetar a sua mobilidade no futuro” e “acreditamos que poderá correr outra vez”, disse esta segunda-feira um dos médicos após a operação a que foi submetida, sublinhando que o prognóstico ainda é reservado.

O japonês Sho Tsuboi, piloto japonês que esteve envolvido no acidente, recebeu alta médica no próprio dia.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)