Barack Obama

Obama fez-se passar por Pai Natal em visita surpresa a crianças em hospital

1.782

Barack Obama apareceu de surpresa no Hospital Pediátrico Nacional de Washington, onde criou uma onda de felicidade entre as crianças. Distribuiu presentes, deu conselhos e gravou alguns vídeos.

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama fez uma visita surpresa ao Hospital Pediátrico Nacional de Washington na quarta-feira, para distribuir presentes. Apesar de não se ter vestido a rigor, um gorro de Natal e um saco cheio de presentes bastaram para o ex-presidente fazer-se passar por um moderno Pai Natal e para impressionar as crianças daquele hospital.

Depois de ter sido recebido com extremo entusiamo, Obama começou por distribuir quebra-cabeças — os brinquedos preferidos da sua mãe, como lhes confessou –, circuitos da Hot Wheels, carros telecomandados e vernizes com brilhantes para as unhas. Como se conhecesse perfeitamente o seu “público”. “Eu sei que eles vão ficar a falar disto nos próximos anos”, disse Kurt Newman, chefe-executivo e presidente do Hospital Pediátrico Nacional.

Num momento tão ocupado como este, quando ninguém quer estar num hospital, a sua amabilidade natural ergueu os espíritos daquelas crianças, dos seus pais e de cada um dos funcionários que ele encontrou pelo caminho”, contou Newman.

Durante a visita aos quartos do Hospital Pediátrico, Obama falou com algumas crianças, uma de cada vez, e também com os seus pais. Uma delas, de 12 anos, confessou estar nervosa pelo facto de estar perto de entrar no ensino secundário, que irá ser já para o ano. A ela, o ex-presidente aconselhou: “nem mesmo os miúdos fixes sabem tudo”. Além disso, ainda gravou um vídeo cuja mensagem foi transmitida no circuito interno de televisão do hospital.

Para terminar a visita em grande, houve tempo para tirar fotografias e gravar vídeos com os jovens pacientes, médicos e enfermeiros, publicados depois nas redes sociais, e não faltou um “We Wish You a Merry Christmas” improvisado em conjunto.

No Twitter, o Hospital Pediátrico Nacional de Washington partilhou o momento, que mereceu mais de um milhão de visualizações em apenas três horas, com um agradecimento especial a Obama.

“Obrigada, @BarackObama, por fazeres com que o dia dos nossos pacientes tenha sido muito melhor. A sua surpresa aqueceu os nossos corredores e pôs sorrisos na cara de toda a gente”, escreveu o Hospital.

Por sua vez, Barack Obama desejou, também no Twitter, um feliz Natal a todas as pessoas que compõem aquela instituição, agradecendo por terem-no feito sentir o seu “Pai Natal substituto”.

A primeira dama dos EUA, Melania Trump, também visitou o hospital na semana passada, onde leu um livro de Natal aos pacientes. No fim, entregou uma cópia do livro a cada criança.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Japão

Pegar o touro pelos cornos /premium

José Miguel Pinto dos Santos

Não deixa de ser irónico que as potências por detrás da intransigência doutrinária da Comissão Baleeira Internacional sejam as mesmas que, no século 19, exigiram ao Japão que lhes abrisse os portos...

Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Política

O Povo é sempre o mesmo

Pedro Barros Ferreira

Trump e Bolsonaro não apareceram de gestação expontânea, antes pela sementeira criada pelos partidos e políticos que nada fazem, mas que dizem que tudo deve mudar para que, afinal, tudo fique na mesma

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)