Washington

Governador do estado de Washington anuncia candidatura presidencial pelos democratas

Jay Inslee, de 68 anos, promete combater as alterações climáticas e apresenta um discurso muito crítico em relação ao mandato de Donald Trump.

via Twitter

O Partido Democrata dos EUA tem mais um candidato às eleições presidenciais de 2020, com o anúncio do governador do estado de Washington, Jay Inslee, fazendo apelos ambientais e a mais intervenção do Estado.

Aos 68 anos, Jay Inslee anunciou esta sexta-feira a sua candidatura presidencial no Partido Democrata, prometendo combate às alterações climáticas e apresentando-se com um discurso muito crítico em relação ao mandato do Presidente em exercício, Donald Trump.

As mudanças climáticas são uma questão unificadora”, afirmou esta sexta-feira Inslee, em declarações à agência Associated Press, dizendo que o seu combate é uma necessidade moral e uma oportunidade económica.

Por isso, o governador do estado de Washington, na costa oeste dos EUA, promete investimentos substanciais em fontes de energia limpa, que reduzam a dependência dos EUA face aos combustíveis fósseis.

Jay Inslee quer também mais investimento estatal em “áreas sensíveis”, como a saúde e a educação, tendo apresentado um plano de seguro-saúde que ele considera ter potencial para permitir “assistência médica universal”.

Na sua rede social Twitter, Jay Inslee destaca o combate às alterações climáticas.

Mas, dentro do Partido Democrata, Inslee terá de sobressair junto a um leque de outros candidatos que estão no terreno com iguais intenções de alternativa às políticas do Presidente em exercício, Donald Trump.

As senadoras Kirsten Gillibrand (Nova Iorque), Kamala Harris (Califórnia) e Amy Klobuchar (Minnesota) já deram o tiro de partida para as primárias Democratas, ao lado de figuras de relevo como Bernie Sanders (senador independente por Vermont, que foi derrotado por Hillary Clinton nas primárias de 2016), ou Elizabeth Warren, senadora por Oklahoma. Há também um conjunto de potenciais candidatos, como o bilionário Michael Bloomberg, ou o ex-vice-presidente de Obama, Joe Biden.

Contudo, na entrevista à Associated Press, Inslee disse que os seus reais adversários são os candidatos do Partido Republicano, em particular Donald Trump, a quem faz críticas que se estendem a praticamente todas as áreas de governação.

“Durante os últimos dois anos, fomos confrontados com ações federais que apelam ao lado mais sombrio das nossas naturezas”, disse Inslee, considerando que Trump está a lançar os EUA para graves problemas sociais, económicos e políticos (interna e externamente).

Já nos próximos dias, Inslee vai fazer ações de campanha nos estados de Iowa e do Nevada, lançando as suas ideias na área ambiental, mas sem esquecer os apelos à rejeição das políticas económicas Republicanas e ao caráter do atual Presidente.

“Donald Trump, fundamentalmente, é medroso e pessimista”, afirmou recentemente Inslee, acrescentando que o Presidente está enganado quando julga que os eleitores têm receio da imigração e dos perigos vindos de fora da fronteira.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Espanha 2015

Nem tudo vale na política

Dantas Rodrigues

Oportunismos como o da candidatura de Manuel Valls em Barcelona é que degradam a imagem da política e alimentam a propagação de partidos populistas sejam eles de extrema-direita ou de extrema-esquerda

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)