A gigante tecnológica Facebook admitiu esta quarta-feira que espera receber uma multa milionária — até 5 mil milhões de dólares — da Comissão Federal do Comércio (FTC, sigla em inglês), escreve o The New York Times. A multa, que está relacionada com questões de privacidade, pode constituir uma penalidade recorde atribuída pela entidade em questão a uma empresa de tecnologia.

A rede social divulgou o valor estimado da multa na apresentação dos seus resultados financeiros trimestrais, admitindo que espera receber uma multa única entre 3 mil milhões e 5 mil milhões de dólares relacionada com uma “investigação em curso” por parte da Comissão Federal do Comércio. A tecnológica garantiu ainda que o “assunto” em questão permanece por resolver.

A empresa de tecnologia e a Comissão Federal do Comércio estão há meses em negociações a propósito de uma penalidade financeira tendo em conta alegações de que o Facebook violou um decreto de consentimento de privacidade de 2011. Nesse ano, recorda a agência Lusa, o Facebook comprometeu-se a “solicitar o consentimento dos seus utilizadores antes de fazer determinadas alterações nas preferências de privacidade daqueles, como parte de um acordo com o Estado, que então a acusava de abusar dos consumidores, ao partilhar com terceiros informação não autorizada”.