Bastou uma única cena, no filme de 1992 “Instinto Fatal”, para que o seu nome perdurasse no imaginário de uma geração. Aos 61 anos, Sharon Stone tem hoje uma presença menos assídua no grande ecrã. Em entrevista à edição portuguesa da revista Vogue, a atriz falou sobre os bastidores da indústria cinematográfica, em particular da sua chegada a Hollywood, ainda nos anos 80.

“Quando comecei nesta indústria, o termo ‘fuckable’ era usado pelos executivos para ver se tinhas perfil para conseguir um papel. Os executivos do estúdio sentavam-se à volta de uma mesa e discutiam se cada uma de nós era de facto ‘fuckable’. Eles achavam que eu não era”, afirmou a atriz, que protagoniza as duas capas da edição de maio da revista portuguesa.

Sharon Stone na capa da edição de maio da Vogue Portugal © Vogue Portugal

Com o tema “Sex Issue(s)”, numa das versões, Stone surge submersa em água, com o rosto e um dos seios visível à superfície. Na outra capa, também a preto e branco, a atriz aparece sentada, numa clara alusão à postura corporal que a celebrizou na pele de Catherine Tramell, a autora de policiais mais sedutora da história do cinema.

“A maioria dos filmes é escrita por homens, realizada por homens, criada por homens, com a mentalidade masculina. Nunca considerando como é que as mulheres são na verdade, como pensamos e nos sentimos. É por isso que muitas das minhas personagens são bêbedas ou drogadas ou loucas, é a única maneira que tenho de tolerar o seu comportamento, honestamente”, acrescentou Sharon Stone durante a mesma entrevista. A edição já chegou às bancas.

Sexy aos 50? A lista, para além de Sharon Stone

Nos últimos anos, a sua carreira de atriz tem passado, sobretudo, pela televisão. Diz que é onde há “mais oportunidades de qualidade hoje em dia”. Ao mesmo tempo, a boa forma física de Sharon Stone parece inalterada. Em 2015, posou nua para edição de setembro da Harper’s Bazaar norte-americana, 25 anos depois de o ter feito pela primeira vez, para a Playboy, e após ter sofrido um AVC, em 2001, que lhe afetou uma parte do rosto e lhe limitou a locomoção durante semanas.