As autoridades alemãs realizaram buscas a oito pessoas e a 11 bancos no âmbito de uma investigação de suspeita de evasão fiscal decorrente dos Panama Papers, anunciou esta quarta-feira a agência de notícias alemã dpa.

A dpa refere que procuradores de Frankfurt afirmaram esta quarta-feira que as referidas buscas que estão a ser feitas em várias partes da Alemanha, também incluem dois escritórios de aconselhamento fiscal.

Os alvos de buscas são suspeitos de criarem empresas de caixa de correio por meio de uma antiga subsidiária do Deutsche Bank e de fuga aos impostos.

Os procuradores não especificaram que bancos estão envolvidos na operação, que se seguem a buscas no Deutsche Bank em novembro do ano passado.

O Deutsche Bank afirmou que a investigação estava direcionada contra indivíduos, não contra o banco, que está a colaborar com os procuradores e não era alvo das atuais buscas.