Hassan Rouhani, presidente do Irão, afirmou que o país irá “dar o próximo passo” e aumentar as suas reservas de Urânio até ao próximo domingo.

Os comentários realizados por Rouhani nesta quarta-feira, e avançados pela agência AP, aumentam a pressão sobre os países europeus para tentarem salvar o acordo nuclear assinado em 2015.

A tensão aumentou depois de Donald Trump ter retirado os EUA do pacto nuclear em 2018, restabelecendo sanções que arruínam a economia do Irão. As medidas adotadas até agora pela Europa em contraponto não têm sido eficazes.

Se quiserem expressar arrependimentos e fazer declarações, podem fazê-lo agora”, disse Rouhani, citado pela mesma agência.

Esta segunda-feira foi confirmado que o Irão ultrapassou o limite imposto às suas reservas de urânio. “De acordo com informações na minha posse, o Irão ultrapassou o limite de 300 quilogramas”, declarou o chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif à agência semioficial Isna.