Rádio Observador

China

Morreu Li Peng, o ex-primeiro-ministro chinês que mandou o exército avançar em Tiananmen

Li Peng morreu esta segunda-feira, em Pequim. Pertencente á ala dura do Partido Comunista chinês, mandou o exército pôr fim aos protestos da praça Tiananmen.

Li Peng foi primeiro-ministro de 1987 a 1998

Getty Images

O antigo primeiro-ministro chinês, Li Peng, morreu esta segunda-feira, avançou a agência estatal Xinhua.

A causa da morte não foi revelada. No entanto, sabe-se que o político sofria de uma doença não especificada para a qual estaria a realizar tratamentos que não tiveram sucesso.

Peng, que tinha 90 anos, foi primeiro-ministro de 1987 a 1998, fazendo parte da ala dura do Partido Comunista chinês. A sua presença no governo ficou internacionalmente marcada pela imposição de lei marcial em 1989, durante os protestos pró-democracia, na Praça de Tiananmen: foi o aguerrido político que mandou os tanques do exército contra os manifestantes. Estima-se que tenham morrido milhares de pessoas, embora a contabilidade oficial aponte apenas para 300 mortos, a maioria deles soldados.

Li Peng é relembrado pela agência Xinhua como “um líder fora de série do partido comunista” e “um guerreiro leal”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)