Depois do Benfica, a startup portuguesa Utrust fez uma parceria com a Phone House. A partir de 14 de agosto, a cadeia portuguesa de lojas de telemóveis vai aceitar pagamentos em criptomoedas (moedas digitais) na sua loja online. A solução de pagamentos portuguesa que quer ser “o PayPal do Blockchain” [protocolo que permite transações virtuais sem intermediário e de forma anónima]” vai agora estar disponíveis nas lojas da marca em Portugal e o objetivo e o de chegar a mais países nos próximos meses.

Liderada por Nuno Correia, a Utrust conta com 21 milhões de dólares (18,7 milhões de euros) em investimento e emprega cerca de 50 pessoas nos escritórios de Londres, Suíça, Braga e de Lisboa, e também está incubada na aceleradora norte-americana 500 Startups. A missão da startup é tornar os pagamentos com criptomoedas fáceis, seguros e baratos: com este sistema, a empresa afirma que o vendedor fica protegido da volatilidade do mercado das criptomoedas e o comprador também, caso alguma coisa corra mal.

Nuno Correia, presidente da Utrust, considera “excelente ter a Phone House” como parceira.

“Criar um meio de pagamento digital seguro e eficiente para as maiores empresas do mundo é a grande motivação da nossa equipa na Utrust. Com esta parceria, a partir de agosto, todos os clientes Phone House vão poder usar um método de pagamento inovador e simples que lhes permite pagar com as mais importantes criptomoedas, e a adoção desta nova tecnologia está um passo mais perto de ser global”, afirma em comunicado.

Para Pedro Brehm, diretor geral da Phone House em Portugal, “vivemos tempos desafiantes, constituídos por uma constante mutação e definição de novos conceitos”. Sobre a parceria, diz: “Permite à Phone House ter acesso a uma base mais alargada de clientes e oferecer aos consumidores uma experiência online significativamente melhorada através da implementação de novas tecnologias”.

Sob a marca Phone House existem mais de 80 lojas multioperações, que incluem 30 franchises, seis lojas da Samsung e uma loja da Huawei. É líder de mercado do setor em Portugal. Em maio, a startup anunciou também uma parceria com  a plataforma multinacional de dinheiro digital Uphold, que vai permitir ter a solução de pagamentos presente em 184 países e em 23 moedas. Em junho foi a vez de anunciarem a parceria com o Sport Lisboa e Benfica.