Um avião da Força Aérea espanhola caiu esta segunda-feira no mar em La Manga, Múrcia, no sudeste de Espanha. O único ocupante do aparelho, o comandante Francisco Marín Núñez, terá conseguido ejetar-se, mas não sobreviveu ao acidente, avança o El Mundo.

A Força Aérea espanhola, entretanto, publicou uma mensagem no Twitter que vai no mesmo sentido: “Tudo indica que o nosso companheiro, o piloto instrutor que sofreu um acidente, morreu”.

As autoridades procuravam o piloto instrutor do C-101 da Força Aérea no Mediterrâneo há várias horas e encontraram os restos mortais do militar. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

No Twitter, fonte do Ministério da Transparência, Participação Cívica e Administração Pública confirmou que o piloto era a única pessoa a bordo do aparelho.

Neste vídeo, que está a circular nas redes sociais, é possível ver o momento em que o avião cai de forma abrupta no mar.

O alerta foi dado no Twitter do 112 de Múrcia na manhã desta segunda-feira. Escreve o El Mundo que, às 9h38 locais, o 112 recebeu centenas de chamadas a dar conta do acidente.

O presidente da região de Múrcia já ofereceu as suas condolências a amigos e familiares de Francisco Marín Núñez.

Em Espanha, o avião tem a alcunha de “Melro” e segundo os órgãos de comunicação social locais é utilizado em voos de treino avançado e exibições. O acidente ocorreu perto de uma base da Força Aérea, em San Javier.

As autoridades encerraram três praias da zona onde ocorreu o acidente, por precaução, devido ao possível derrame de combustível na água. Há partes do aparelho que já deram à costa nestas praias.