Dark Mode 44,7 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Conheça Doha e habilite-se a uma viagem até lá

É considerada a “pérola” do Médio Oriente. Neste artigo, não só lhe fazemos um guia à capital do Qatar, como ainda lhe damos a hipótese de ganhar uma viagem até Doha.

É oficial: o Qatar é o país mais rico do mundo, de acordo com as informações disponibilizadas pelo Fundo Monetário Internacional. Mas além da abundância monetária, proveniente dos seus recursos naturais como o gás e o petróleo, este país, e em particular a sua capital, Doha, é dotado de uma riqueza cultural, gastronómica e arquitetónica que não deixa indiferente quem o visita.

Souks e medinas tradicionais árabes marcados por cheiros, sabores e cores intensas convivem lado a lado com alguns dos melhores hotéis e centros comerciais do mundo. Este é um destino onde tão depressa se vê a apreciar tranquilamente uma vista inesquecível sobre os tons dourados das infinitas dunas no deserto, como a beber a cultura local em museus fascinantes, como o Museu de Arte Islâmica, a desfrutar de um jantar num restaurante de fine dining ou a divertir-se numa das melhores discotecas do mundo.

Doha, Qatar

Com a seleção de Doha para palco do Campeonato Mundial de Futebol 2022, o país e em particular a cidade atravessam uma fase de desenvolvimento intenso, que se traduz numa série de novas infraestruturas turísticas e culturais que fazem as delícias de quem se lança à descoberta deste oásis localizado em pleno Médio Oriente.

Dicas úteis para uma viagem a Doha, Qatar

Clima no Qatar

O período que vai de outubro a abril é considerado a época alta para o turismo em Doha. Nesta altura, registam-se temperaturas mais amenas, entre os 21º e os 26º, que tornam uma visita à capital do Qatar bastante agradável. De maio a setembro, o país regista temperaturas mais elevadas, cujas máximas poderão ir dos 28º aos 43º.

Visto para o Qatar

Os cidadãos portugueses têm isenção de visto para entrada no Qatar até um período máximo de estadia de 90 dias, durante uma só viagem ou várias viagens.

O que levar na bagagem

Na altura de fazer a mala para uma viagem a Doha, é importante ter em atenção não só o clima como também os próprios costumes do país.

Apesar das temperaturas elevadas, é importante ter em atenção que, quando em espaços públicos no Qatar, os ombros, joelhos e barriga deverão estar sempre cobertos, pelo que se deverão evitar calções ou saias curtas e tops ou camisas sem mangas, com decotes pronunciados ou de comprimento reduzido. Para evitar eventuais consequências menos desejadas de uma elevada exposição ao sol quente do Médio Oriente, coloque na mala algumas peças de roupa de linho branco ou claro, como calças largas ou camisas de manga comprida.

Não se esqueça de levar consigo um ou dois pares de calçado confortável, como sandálias ou ténis para o dia a dia, e, se assim o desejar, um par de sapatos mais formais para uma noite na cidade.

Uma echarpe poderá ser particularmente útil para as mulheres, caso pretendam visitar um local religioso, ou para proteger a cara da areia transportada pelo vento; e um casaco leve poderá ser necessário dentro de espaços fechados, onde o ar condicionado esteja ligado para temperaturas reduzidas.

Não se esqueça também do fato ou calções de banho, mas lembre-se de usá-los apenas quando estiver a refrescar-se na piscina do seu hotel ou na praia.

Costumes

Como país islâmico que é, no Qatar existem algumas regras que deverá conhecer, de forma a não cometer o erro de desrespeitar a cultura local e tradições religiosas.

Uma das alturas do ano mais importantes no mundo islâmico é o período do Ramadão, que, em 2020, terá início no dia 23 de abril e terminará no dia 23 de maio. Durante este mês sagrado, os muçulmanos abstêm-se de qualquer consumo de comida, bebida ou tabaco, desde o nascer até ao pôr do sol, dedicando-se exclusivamente a rezar e a participar em trabalho voluntário. Alguns espaços comerciais poderão encontrar-se encerrados ou a funcionar sob um horário mais limitado. Se viajar para o Qatar neste período, evite, por uma questão de cortesia, comer, beber ou fumar em locais públicos, tente ter mais atenção ao tipo de roupa que usa (deverá ser mais conservadora) e evite dançar ou cantar em espaços públicos.

Tenha especial cuidado ao fotografar pessoas ou locais religiosos, já que esse ato poderá não ser bem visto pela população local quando levado a cabo sem autorização prévia, e evite demonstrações de afeto em público.

É ainda proibido levar álcool, drogas ou produtos derivados de carne de porco para o Qatar, e é ilegal beber álcool ou apresentar-se embriagado em público, pelo que deverá ter o cuidado de beber apenas em locais fechados, como restaurantes, bares ou hotéis e evitar beber em demasia.

Gastronomia

A gastronomia do Qatar tem influências de países como a Índia, o Paquistão, Líbano e Irão. Bons exemplos de comidas tradicional do Qatar são o Machbous, o prato nacional composto de arroz bem condimentado com carne ou marisco, normalmente servido num grande prato comum; ou o húmus, uma pasta feita de grão de bico e sementes de sésamo.

As refeições diárias são compostas tipicamente por um pequeno-almoço, constituído por iogurte, queijo e azeitonas; a que se segue o almoço, habitualmente a refeição mais pesada do dia, que consiste num aperitivo seguido por um prato de cordeiro, carne de vaca ou marisco, salada e vegetais cozidos. À noite, a refeição costuma ser mais leve.

Não se esqueça de provar ainda o incrível café árabe, condimentado com cardamomo e servido com tâmaras, o karak, também conhecido como “chai”, que consiste numa mistura de chá com açafrão, cardamomo, açúcar e leite evaporado, e deliciar-se com algumas sobremesas típicas ricas em especiarias e ingredientes como tâmaras, arroz e noodles.

O que ver e fazer em Doha

Visitar o Souq Waqif

O Souq mais antigo de Doha é um verdadeiro pote cultural, onde a população local e visitantes se cruzam diariamente. Com mais de 100 anos, este é sem dúvida um local a incluir num roteiro de visita a Doha, onde poderá deliciar-se com as melhores especiarias e sabores locais, admirar o variado artesanato, objetos decorativos e joias, saber mais sobre a arte da falcoaria e observar os magníficos cavalos árabes que ali se encontram em exibição.

Visitar o Museu de Arte Islâmica (MIA)

Detentor da maior coleção de arte islâmica do mundo, o Museu de Arte Islâmica, em Doha (também conhecido por MIA – acrónimo em inglês), é um edifício com um design similar a um forte pós-moderno, desenhado pelo arquiteto I.M. Pei, também autor da pirâmide do Louvre, em Paris. No seu interior, marcado pelo amplo espaço e pela quantidade de luz que recebe, terá a oportunidade de admirar várias peças de têxtil, cerâmica ou joalharia islâmica, distribuídas por três pisos.

Museu de Arte Islâmica (MIA) de Doha

Passear no Parque do MIA

Aquando da visita ao Museu de Arte Islâmica, não perca a oportunidade de passear nos jardins do parque MIA, localizado mesmo ao lado do museu, e aberto 24 horas por dia. Admire a vista sobre a linha do horizonte de Doha, faça uma corrida matinal ou ao final do dia, e considere a sugestão de alugar um cesto de piquenique, enchê-lo com produtos dos cafés locais e deliciar-se com as iguarias selecionadas, enquanto relaxa tranquilamente no relvado do parque.

Subir ao topo da Torre Aspire

Desenhada de forma a assemelhar-se a uma tocha gigante, por ocasião dos Jogos Asiáticos de 2006 que tiveram lugar em Doha, a Torre Aspire ergue-se a uma altitude de 300 metros. Com 17 pisos ocupados por um hotel 5 estrelas, e três pisos por um museu de desporto, é ainda possível subir ao topo num elevador de alta velocidade para admirar as magníficas vistas sobre Doha a partir do deck de observação, e aceder ao bar e restaurante giratório.

Conhecer a ilha “The Pearl”

Esta ilha artificial com cerca de quatro milhões de quilómetros quadrados é considerada um dos maiores projetos imobiliários do mundo. Aqui, encontram-se vários tipos de residências, várias infraestruturas de lazer e entretenimento, diversos restaurantes de topo, lojas, uma marina e várias praias onde a tranquilidade está garantida.

“The Pearl” é uma ilha artificial de Doha, no Qatar

Entreter-se em Katara

Inaugurada em 2010 durante o Festival de Cinema de Doha Tribeca, Katara é uma vila cultural feita de galerias, teatros e locais de espetáculos que apresenta uma agenda cultural preenchida durante o ano inteiro. Aqui, encontra também vários restaurantes de gastronomia diversa, uma praia pública onde poderá fazer vários desportos aquáticos, um calçadão que poderá percorrer tranquilamente com vista sobre o horizonte urbano de Doha, assim como vários mercados e bancas de comida de rua.

Vila de Katara, Doha

Embarcar num cruzeiro num Dhow

Os Dhow são embarcações tradicionais árabes usadas originalmente para transporte de objetos pesados, como fruta, mercadorias variadas ou água fresca, ao longo da costa dos países árabes como o Paquistão, a Índia, ou o Bangladesh.

Ao visitar Doha, poderá aproveitar para embarcar num cruzeiro num destes barcos com partida do porto Dhow, em Al Corniche, onde estão incluídas refeições típicas, e onde poderá aproveitar para fazer snorkelling ou nadar um pouco nas águas do Golfo Pérsico.

As Dhow são embarcações tradicionais árabes

Relaxar na Banana Island

Aberta ao público há cerca de 5 anos, a Banana Island é uma ilha-resort de luxo, cujo nome provém do seu formato similar ao de uma banana. Operado pelo grupo Anantara, o resort oferece 141 unidades de alojamento que se distribuem por quartos, villas e bungalows com uma decoração de influência árabe. Como alternativa a uma estadia, poderá sempre fazer uma visita de um dia à ilha, aproveitando para relaxar e divertir-se nas suas instalações compostas por um kids club, um centro wellness, um spa, piscina e 8 restaurantes (4 abertos a não-hóspedes).

Banana Island, Doha

Desperte o seu lado aventureiro nas dunas do deserto

Deixe os arranha-céus para trás por um momento e rume em direção ao deserto para subir um pouco a adrenalina. Uma das atividades mais populares entre os visitantes de Doha é o dune bashing que consiste em subir e descer as dunas de areia em veículos 4×4, com curvas apertadas que farão aumentar o seu ritmo cardíaco.

Ganhe uma viagem para 2 pessoas a Doha

Depois de todo este “passeio” por Doha, ficou com vontade de o pôr em prática? Temos boas notícias para si: o Observador, em parceria com a Qatar Airways, tem para lhe oferecer uma viagem a Doha para 2 pessoas. Para se habilitar a ganhar, basta que participe no passatempo: “Até já, Doha!”.

Aproveite para saber das melhores ofertas e promoções especiais da Qatar Airways em primeira mão e consiga a sua viagem de sonho. Uma das melhores formas é através da subscrição da newsletter oficial da companhia, que apenas envia mensagens sobre campanhas especiais. Receba todas as ofertas ao subscrever aqui:

Passatempo “Até já, Doha!”

É certo que com este artigo já ficou a conhecer Doha e os seus costumes. Mas o melhor é conhecer in loco. Por isso, o Observador e a Qatar Airways têm para lhe oferecer uma viagem para 2 pessoas até à capital do Qatar. A viagem contempla voos de ida e volta (com partida de Lisboa), não estando incluídos hotéis nem transferes. Leia no nosso Facebook o regulamento deste passatempo*.

Habilite-se a ganhar uma viagem para 2 pessoas a Doha. Só tem de:

Enviar uma fotografia criativa e original com alusão à temática de “viagens”, para o email obslab@observador.pt. Para ser o mais original possível, pode usar adereços, objetos ou roupas.

A fotografia deverá ser submetida entre os dias 3 e 7 de fevereiro até às 23:59 horas do dia 7 de fevereiro, através do email obslab@observador.pt.

O vencedor será contactado pela Qatar Airways, para efeitos de entrega de prémio.

Boa Sorte!

* A participação no passatempo pressupõe a leitura do regulamento.

Links promovidos

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.