A Zenuity nasceu como uma joint-venture a 50% entre a Volvo e a Veoneer, empresa sueca especializada em tecnologia automóvel que resultou de um spin-off da Autoliv em 2018. O objectivo era desenvolver sistemas para fazer avançar a condução autónoma, optimizando o Lidar, as câmaras e todo o software que permite aos veículos seguir o rumo e escolher as melhores opções para evitar problemas ou acidentes. Agora que a meta está mais próxima, Volvo e Veoneer optimizaram a Zenuity, de forma a melhor servir as finalidades de ambas.

A decisão mais evidente foi a divisão da Zenuity em duas empresas, uma (que mantém a denominação) pertencendo à Volvo Cars e a segunda integrada na Veoneer. Esta vai continuar focada no desenvolvimento e comercialização de sistemas avançados de ajuda à condução, o objectivo da Veoneer.

A Zenuity, que fica na posse da Volvo Cars, como o seu departamento de condução autónoma, continuará a aperfeiçoar o sistema de condução sem condutor da Volvo, com a marca sueca a prever igualmente a possibilidade de vender os sistemas que está a desenvolver a terceiros.

Para o CEO da Volvo Cars, Håkan Samuelsson, esta medida “vai permitir à nova Zenuity focar-se integralmente no desenvolvimento das novas tecnologias e atingir os seus objectivos”. De acordo com o novo responsável pela Zenuity, Dennis Nobelius, a empresa acredita que, no futuro, “apenas um número reduzido de empresas estará em condições de fornecer um sistema de condução autónoma e nós temos intenção de figurar nesse grupo”.