Pouco a pouco, vai ganhando forma o puzzle que tem sido o desvendar do futuro Opel Mokka. Depois de nos dar conta que o SUV do segmento B perderia o “X” na designação comercial, de nos adiantar o novo lettering e de nos oferecer um vislumbre do interior, a marca alemã continua a despertar a curiosidade em torno do modelo, cuja mudança geracional é cada vez mais flagrante. Parte da frente é disso evidência, ao estrear a nova linguagem estilística do fabricante de Rüsselsheim, conforme nos revela o último teaser.

O esboço divulgado exibe parte da secção dianteira, destacando-se aquilo que a marca designa de Opel Vizor e que mais não é que um novo módulo que integra, tipo peça única, a grelha, os faróis e o emblema do relâmpago. A forma do conjunto remete para o formato da viseira de um capacete, o que explica a denominação. De ora em diante, antecipa a Opel, bastará olhar para a nova geração do Mokka para descortinar “as novas linhas padrão das secções dianteira e traseira dos futuros modelos” da marca.

Para nós, foi muito importante criar um novo ‘rosto’ para a marca, que fosse fiel à nossa futura filosofia de design, marcante e pura. O conceito ‘Vizor’, que faz sua estreia na nova geração do Mokka, é muito límpido e distinto, ao mesmo tempo que se mantém fiel às suas raízes alemãs, onde a forma segue a função. Não há necessidade de uma grelha clássica em modelos eléctricos como o Mokka, pelo que o ‘Opel Vizor’ cria uma integração perfeita da iluminação do futuro com outras tecnologias, tudo dentro de uma superfície protectora, num conjunto altamente tecnológico”, destaca o vice-presidente da Opel para o Design, Mark Adams.

A avaliar pela sucessão de teasers, deverá estar prestes a cair o véu que pende sobre o novo Mokka. O B-SUV alemão vai recorrer à plataforma CMP da PSA, a mesma que serve o Peugeot 2008 e o DS3 Crossback, tendo garantida desde já uma variante exclusivamente eléctrica. A ser “regra” a lógica inaugurada pelo novo Corsa, o mais natural é que seja essa versão a fazer as honras da apresentação, a qual é expectável que aconteça algures ainda no decorrer deste mês. Lá mais para a frente, já próximo do final do ano, deve arrancar a produção para que as entregas se iniciem logo no princípio de 2021.