A seguradora Fidelidade comprou obrigações do BCP no valor de 3,4 milhões de euros, adiantou a instituição bancária em comunicado publicado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A comunicação ao mercado deveu-se ao facto de a Fidelidade, ser uma “entidade estreitamente relacionada” com dois dirigentes do banco, Jorge Manuel Baptista Magalhães Correia e Lingjiang Xu, que “sendo administradores do BCP, são também administradores da Fidelidade”, de acordo com a mesma nota.

Em 22 de maio, a Fidelidade adquiriu 1,4 milhões de euros em obrigações perpétuas do BCP, segundo a informação divulgada ao mercado.

O BCP tem como principal acionista o grupo chinês Fosun, com 27,25% do seu capital social.

Por seu lado, a Fosun detém a maioria do capital da Fidelidade (cerca de 85%), sendo os restantes 15% da Caixa Geral de Depósitos.

Já em 30 de abril, a seguradora Fidelidade adquiriu um milhão de euros em obrigações da Caixa Geral de Depósitos.