Depois de, no fim de semana passado, ter dito que estava a ponderar aceitar o papel de uma personagem transgénero, Halle Berry usou a conta de Twitter para voltar atrás e pedir desculpa aos fãs. A atriz de 53 anos viu-se envolvida numa polémica quando, num direto no Instagram, admitiu que lhe tinham oferecido esta oportunidade: “Estou a pensar em interpretar uma personagem que é transgénero. Como é uma mulher que se transforma num homem, o meu cabelo vai ter de ficar muito curto”, explicou, citada pelo El País. “Quero experimentar esse mundo, quero entendê-lo.”

As palavras de Berry foram mal recebidas nas redes sociais, com muitos utilizadores a falar na necessidade destes papéis serem interpretados por pessoas transgénero, tanto que a atriz recusou o papel e escreveu no Twitter que “enquanto mulher cisgénero [considerando uma pessoa cuja identidade de género é idêntica à que lhe é atribuída à nascença] compreendo agora que não devia ter considerado esta personagem e que a comunidade transgénero deveria ter, inegavelmente, a oportunidade de contar as suas próprias histórias”.

Na mesma publicação, Halle Berry agradece os comentários críticos que recebeu nos últimos dias e garante que vai continuar a ouvir e a aprender através do “erro” cometido. A atriz promete ainda ser uma aliada da comunidade LGBT na luta para uma melhor representação desta no universo do cinema, seja à frente ou atrás da câmara.