Afinal, “The Crown” não vai terminar na quinta temporada, mas na sexta, anunciou a Netflix. A decisão foi justificada pelo criador e guionista Peter Morgan pela necessidade de “fazer justiça à riqueza e complexidade da história”.

“Quando começámos a discutir a história da quinta temporada, tornou-se rapidamente evidente que para fazer justiça à riqueza e complexidade da história devíamos voltar atrás ao plano original e fazer seis temporadas”, explicou Peter Morgan, salientando que “a sexta temporada não nos vai trazer mais perto do tempo presente, vai simplesmente permitir-nos cobrir o mesmo período com maior detalhe”.

A sexta temporada irá passar-se nos anos 2000, mas desconhecem-se os eventos que irá tratar.

A Netflix lembrou ainda que a próxima temporada, a quarta, com estreia marcada para o final deste ano, terá ainda Olivia Colman no papel de Isabel II, “antes dela passar a coroa a Imelda Shauton”, que interpretará o mesmo papel na quinta e sexta temporadas. Antes de Colman, foi Claire Foy a escolhida para fazer de rainha nas primeiras duas temporadas.

A quarta temporada contará com a participação de Gillian Anderson, conhecida pelo papel da agente Dana Scully na série “Ficheiros Secretos”, como Margaret Thatcher, e de Emma Corrin, que fará a sua primeira aparição como princesa Diana. O papel da princesa Margarida, irmã da rainha, será interpretado por Lesley Manville, que substituirá Helen Bonham Carter. Antes desta, foi Vanessa Kirby que fez de Margarida na primeira e segunda temporadas.