A chegada da primeira unidade do Tesla Model Y a solo europeu foi detectada pelo Car.info, site que controla os registos de todos os novos veículos que chegam à Suécia. Daí a chegar-se à informação que o SUV eléctrico fabricado na Califórnia estava alegadamente na posse da Volvo Cars foi um instante.

O site Car.Info revelou a matrícula e as características do Model Y que alegadamente pertence à Volvo Cars

Como é pouco provável que o construtor nórdico tenha adquirido um Model Y para carro de serviço de algum dos seus administradores, o mais certo é que o SUV mais pequeno da Tesla vá servir para benchmarking, ou para desmontar e ver como tudo funciona, também conhecido por reverse engineering.

Tesla provoca crise na Porsche e Audi. E atrasos…

Em termos práticos, o que a Volvo alegadamente fez é prática habitual entre os construtores de automóveis, que têm por hábito adquirir os modelos da concorrência, sobretudo os que incluem importantes avanços em áreas como chassis, suspensões, transmissões ou mecânicas, para os desmontarem, estudarem e concluir se os adversários descobriram a “pólvora” e têm ali algo que lhes conceda algum tipo de vantagem que seja aconselhável copiar.

Os exemplos deste tipo de procedimento são inúmeros, com os relativos à Tesla a darem mais nas vistas por se tratar de veículos que, desta forma, chegam à Europa muito antes do início da comercialização pelas vias oficiais.

Bronca! Mercedes apanhada a desmontar Tesla Model X

O Model Y é um concorrente do Volvo XC40 Recharge, que a marca está em vias de começar a fabricar, pelo que é a altura de perceber como está o pequeno SUV sueco face ao pequeno SUV norte-americano. Aliás, já em 2018 o fabricante nórdico tinha adquirido igualmente um Model 3, com a mesma finalidade, sendo que não há grandes diferenças entre o 3 e o Y, sob o ponto de vista tecnológico. De distinto face ao Model 3, o Y tem sobretudo uma bomba de calor a realizar funções de aquecimento e arrefecimento – que Musk definiu como “um dos melhores exemplos de engenharia que já viu” – e uma enorme peça na traseira em alumínio fundido, que substitui uma série de peças mais pequenas em chapa de aço.

Este interesse da Volvo nos veículos da Tesla não deixa de ser acompanhado pela curiosidade dos americanos nos modelos nórdicos. Basta recordar que o novo responsável pelo design da marca controlada por Elon Musk é exactamente Ian Kettle, o estilista que desenhou para a Volvo, entre outros, o XC40.