O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, anunciou esta quinta-feira que Lisboa receberá, em abril, no âmbito da presidência portuguesa da União Europeia (UE), uma cimeira acerca da execução dos planos de recuperação dos países do bloco.

Vai ter lugar, aqui em Lisboa, uma grande conferência sobre a implementação dos planos de recuperação no mês de abril próximo”, disse esta quinta-feira João Leão, numa conferência de imprensa, no Ministério das Finanças, ao lado do ministro francês da Economia, Finanças e Recuperação, Bruno Le Maire.

O encontro com os jornalistas decorreu após uma reunião entre os dois governantes, na qual, segundo João Leão, foram abordadas as prioridades da presidência portuguesa da União Europeia, contando o ministro português “com a forte colaboração do ministro das Finanças francês”.

No encontro do Ecofin [grupo dos ministros das Finanças da UE], na passada terça-feira, teve lugar a passagem de testemunho da presidência alemã e da futura presidência portuguesa”, disse João Leão, tendo Portugal explanado então os seus objetivos para a presidência.

Segundo João Leão, “Portugal comprometeu-se a levar a cabo” temas já desenvolvidos pela Alemanha, como “a reforma da união bancária e a união dos mercados de capitais”, e também “a avançar decisivamente” com a “rápida implementação dos planos de recuperação europeus”.

Do lado francês, Bruno Le Maire disse que Portugal “pode contar com o governo francês” durante a presidência portuguesa da UE, que ocorre num “momento-chave” de viragem para os países do bloco comunitário após a pandemia de Covid-19.

Portugal assume, de 1 de janeiro a 30 de junho, a sua quarta presidência do Conselho da UE.